Tereza Malcher

Tereza Cristina Malcher Campitelli

Momentos Literários

Tereza Malcher é mestre em educação pela PUC-Rio, escritora de livros infantojuvenis, presidente da Academia Friburguense de Letras e ganhadora, em 2014, do Prêmio OFF Flip de Literatura.

19/02/2018

A Academia Friburguense de Letras vai abrir vagas para jovens acadêmicos neste primeiro semestre de 2018. Em 2017, criamos o Anexo Jovem e demos posse a cinco escritores de 16 a 30 anos. Ao longo do ano passado, tivemos a satisfação de vê-los movimentar a nossa Casa com lançamento de livros, participação ativa em nossos eventos, colaboração efetiva nas atividades de rotina. O que mais nos sensibilizou foi sentir a alegria de cada um deles em fazer parte de uma entidade representante da literatura em Nova Friburgo, incentivadora da cultura e acolhedora de pessoas sensíveis às letras.

Leia mais
12/02/2018

Estamos em plena festa cultural. Festa popular, festa livre. Movimentada
pela alegria em comemorar e compartilhar o carnaval nas ruas, nos clubes, nos
meios virtuais e de comunicação. Momento em que o passado é reverenciado
com beleza e criatividade.
Mas aqui, nesta coluna, vou olhar este domingo em que as escolas de
samba vão à rua com os olhos de quem gosta de palavras e de escrevê-las.
Carnaval é arte. Cenários, figurinos, música, dança, cinema e literatura se
interagem e se misturam. As capacidades inventivas são reveladas através das

Leia mais
12/02/2018

Estamos em plena festa cultural. Festa popular, festa livre. Movimentada
pela alegria em comemorar e compartilhar o carnaval nas ruas, nos clubes, nos
meios virtuais e de comunicação. Momento em que o passado é reverenciado
com beleza e criatividade.
Mas aqui, nesta coluna, vou olhar este domingo em que as escolas de
samba vão à rua com os olhos de quem gosta de palavras e de escrevê-las.
Carnaval é arte. Cenários, figurinos, música, dança, cinema e literatura se
interagem e se misturam. As capacidades inventivas são reveladas através das

Leia mais
05/02/2018

UMA ORQUÍDEA FEITA DE TROVAS

 

A minha grande alvorada

Será eterna... eu suponho!

Se um sonho não der em nada

Eu troco por outro sonho!

Dilva Moraes

Trova premiada em 2008, em Cambuci

 

Leia mais
29/01/2018

Noutro dia, num grupo de literatura, quando debatíamos os sucessos musicais, fiquei surpreendida ao refletir a respeito dos valores contidos nas letras das músicas que hoje fazem sucesso. Muitas expressam a reversão de valores, cujos fundamentos não estão no amor à vida e respeito à pessoa.  

Leia mais
22/01/2018

É na literatura que a arte cênica tem o seu ponto de partida. Eu, particularmente, tenho grande interesse por essa relação uma vez que já adaptei obras para o teatro, Cabeças Trocadas, lenda indiana, reescrita por Thomas Mann; Você me Ama, de Ronald D’Laing; Um Cão Cheio de Ideias, de minha autoria. Posso dizer que é uma relação complexa porque o adaptador deve transpor para o papel em forma de diálogos um texto literário denso.

Leia mais
15/01/2018

Senti vontade de escrever sobre redações escolares, tema que merece cuidados
para ser elaborado nesta coluna. A redação é uma tarefa escolar enriquecedora por
estimular o desenvolvimento de habilidades cognitivas e hábitos saudáveis, como
buscar leituras de conteúdo.

Leia mais
08/01/2018

Márcia Lobosco ao se referir à obra de Agatha Christie, imediatamente me reportei aos tempos adolescentes quando comecei a ir em livrarias e escolher livros; depois de colocá-los nas mãos, li algumas de suas histórias. Era o passatempo dos momentos em que ficava no quarto sem ter o que fazer; Agatha me fora uma agradável companheira de cabeceira. Quando iniciava a leitura, a história me pegava de cheio; eu lia sem querer parar e deixava de fazer outras coisas por conta do suspense, quer dizer, da vontade de querer entender a trama e desvendar seus mistérios.

Leia mais
01/01/2018

Aqui não vou fazer um tratado sobre a pesquisa histórica, apenas quero refletir um pouco a respeito desse importante tema para o escritor.  A pesquisa história é um método científico de análise dos fatos passados que nos permite conhecer e compreender os fenômenos naturais, culturais, psicológicos e sociais de uma época, situada num determinado espaço geográfico. Olhar para o momento atual, mesmo tendo conhecimento mínimo do passado, é enriquecedor. Até porque o presente possui vínculos intrínsecos com o passado, da mesma forma o futuro com o presente.

Leia mais
26/12/2017

Neste ano, todas as semanas escrevi sobre literatura. Mas hoje, nos últimos dias de 2017, vou usar este espaço para desejar a todos um feliz ano de 2018.

Não quero fazer um cartão de boas festas. Apenas tenho a intenção de escrever sobre a grandiosidade deste ano que está porvir e que terá 252 dias úteis, 104 dias de final de semana e 10 de feriados. Ao todo, 8.760 horas para vivermos. Com paz e responsabilidade.

Leia mais