Paula Farsoun

Com a palavra...

Paula é uma jovem friburguense, advogada, escritora e apaixonada desde sempre pela arte de escrever e o mundo dos livros. Ama família, flores e café e tem um olhar otimista voltado para o ser humano e suas relações, prerrogativas e experiências.

16/02/2018

Mesmo quando a maré está mansa, não significa que mansa para sempre permanecerá. Basta o sopro do tempo, o rebolar das correntezas, a inspiração da deusa do mar e as ondas vêm. É o movimento natural. Não existe maré calma eterna. Existe o vai e vem da natureza, reboliço dos ventos, e logo a onda vem. Nós não escolhemos seu tamanho, não dimensionamos seu perigo, nem prevemos sua velocidade.

Leia mais
09/02/2018

Quem já se perguntou como é habitar o corpo de um cidadão refugiado de guerra? Ao menos que alguém seja obrigado a enfrentar essa situação, que seu coração benevolente alcance o mundo ou que sua história tenha origem em um conto real desses de superação e recomeço, dificilmente será possível dimensionar o que estou falando.

Leia mais
02/02/2018

A resposta ao título já antecipo: não tem preço. Pelo menos, não para mim (e para muitos). Pela definição do dicionário, confiança significa crédito, fé, boa fama, segurança e bom conceito que inspiram as pessoas de probidade, talento, discrição.  Depositar confiança em alguém é crer na honradez, ter em bom conceito, em alta estima. A credibilidade é definida por atributo, qualidade, característica de quem ou do que é crível e confiável.

Leia mais
26/01/2018

Vamos homenagear o grande homem público que o povo consagrou, João de Moraes Souza, uma das figuras mais carismáticas, respeitadas, marcantes e queridas de todos os tempos em nossa região.

Leia mais
19/01/2018

“Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora. Sinto-me como aquela menina que ganhou uma bacia de jabuticabas. As primeiras, ela chupou displicente, mas… percebendo que faltam poucas, rói o caroço. Já não tenho tempo para lidar com mediocridades. Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.  Não tolero gabolices. Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte. (...)”

Leia mais
12/01/2018

Há exatos sete anos, estávamos passando por um momento de grande dificuldade, um desafio coletivo rodeado de tristeza, perdas e dificuldades. Na noite entre os dias 11 e 12 de janeiro de 2011, sem aviso prévio, sem opção, sem escapatória, tivemos nossas vidas inundadas pelo “tsunami” que caiu do céu sobre nossa cidade.

Leia mais
05/01/2018

Quando escrevemos, tudo vira inspiração. Iniciando uma nova leitura, me deparei contemplando a capa do livro e, dos pensamentos que dali surgiram, nasceu o tema desse texto. O livro, “Cem anos de solidão”, do colombiano Gabriel García Márquez, que conquistou o Prêmio Nobel de Literatura. A capa, belíssima, recente edição especial publicada pela Editora Record, que contempla no centro, uma borboleta amarela, em meio ao verde das plantas e flores. O tema, elas: as borboletas. O sentimento, transformação.

Leia mais
29/12/2017

O ano de 2017 está chegando ao fim. Estamos há dois dias da transição do ano, nos despedindo desse ciclo e prestes a dar as boas-vindas ao próximo. A maior parte das pessoas especialmente nesse período deseja refletir sobre perdas e ganhos, projetos, realizações, mudanças. É tempo de promessas, de projeções, de balanços. A época é boa mesmo para isso. Contudo, temos que buscar coerência entre aquilo que sentimos, pensamos e agimos, para que consigamos realizar sonhos e objetivos, por meio da vontade, da ação, do esforço concentrado, da busca sincera.

Leia mais
22/12/2017

A coluna da semana passada prestou merecida homenagem ao distrito de Mury, enaltecendo suas preciosas qualidades. Fiquei surpresa ao me deparar com inúmeros elogios e mensagens de pessoas conhecidas e desconhecidas, concordando e agradecendo por ter pontuado tantos aspectos positivos daquela belíssima região.

Leia mais
15/12/2017

A coluna de hoje homenageia um lugar abençoado que concentra características dignas para ser considerado um paraíso: Mury, o belíssimo 8º distrito de Nova Friburgo. Nascida e criada em Mury, conheço bem os seus encantos e também suas dificuldades, e por isso mesmo posso elogiar a localidade com bastante propriedade.

Leia mais