Robério Canto

Escrevivendo

No estilo “caminhando contra o vento”, o professor Robério Canto vai “vivendo e Escrevivendo” causos cotidianos, com uma generosa pitada de bom humor. Membro da Academia Friburguense de Letras, imortal desde criancinha.

O chaveiro é para mim como a felicidade para a espécie humana: nunca está onde o procuro, e nunca o procuro onde ele está

Não sei se acontece com você também, mas, quanto a mim, já cheguei à conclusão de que o universo conspira para me fazer perder tempo e me deixar chateado. Ao universo não faltam preocupações com o brilho das estrelas e o alinhamento dos planetas, sem falar nos satélites que o homem manda para lá e nos ETs que de vez em quando vêm nos visitar, principalmente para atuar em filmes de Hollywood.  

Leia mais

O consultório tem duas cadeiras: uma é a do médico e a outra está quebrada

Leia mais

Bem sei que o prezado leitor não foi contemporâneo de Heráclito: nasceu um pouquinho depois

Leia mais

Homem e mulher, atrás de um armário do escritório:

- Mas o Flamengo atrapalha em quê?
- O Alfredo não vai sair. Vai ficar em casa, vendo o jogo pela TV.

Senhoras gordinhas, na porta da farmácia:

- O moço do balcão falou que esse emagrece de verdade.
- Tanto emagrece que a Verinha começou a tomar e morreu em menos de um mês.

Assessores políticos, em off:

- Mas você não é amigo dele?
- Era. Perdeu a eleição.

Leia mais

Apaixonam-se à primeira vista, talvez porque o salão estivesse escuro e ninguém visse nada direito

Leia mais

Mas não existe nada no mundo mais insistente do que mulher quando acorda no meio da noite

Estava eu no melhor dos sonos quando senti que alguma coisa perfurava minhas costelas. Pensei que fosse um tiro, mas era apenas minha mulher me cutucando.

- Acorda, Armando. Tem um bandido no quintal. Você dorme igual pedra, vai ver nem ouviu os passos lá fora. Escuta só!

Não escutei nada. Cobri a cabeça com o cobertor e procurei tranquilizar Madalena:

- Vai dormir, querida. O barulho foi lá do outro lado da rua. Carro passando de madrugada. Só isso.

Leia mais

Em todo filme em que aparece, Jesus já entra em cena falando inglês, com apóstrofo e tudo

Nem tudo que reluz é apóstolo, já dizia o antigo ditado. Vejam, por exemplo, essa definição que corre pela Internet: “Apóstrofos são os amigos de Jesus que se juntaram a ele naquele jantarzinho que Michelangelo fotografou”.  

Leia mais

Eu era um rapazinho que, não sendo nenhum modelo de beleza, talvez não fosse especialmente feio. E trabalhava. Falando francamente, às vezes tenho a impressão de que o Senhor, ao dar a ordem bíblica "Ganharás o pão com o suor do teu rosto", já estava pensando em mim, milênios depois. Pois bastou que eu me atrevesse a ficar em pé sozinho para que me arrumassem uma ocupação. Daí para frente, nunca consegui realizar o grande sonho de minha vida, que era arrumar um desses empregos para os quais a pessoa vai diariamente com dois jornais embaixo do braço.

Leia mais

Sim, pesa-me na consciência ter causado tão grande dano ao erário

Leia mais

O fato é que todos nós gostamos de ser elogiados e tanto melhor quanto mais imerecido é o elogio

Estava eu visitando uma clínica psiquiátrica quando... Vejam bem que eu disse “visitando”. É bom deixar isso claro, antes que alguém comece a espalhar que eu estava lá gentilmente conduzido em camisa de força, por ordem de algum psiquiatra ou da polícia. Não que faltassem motivos, quem hoje em dia pode se gabar de ser inteiramente são? A primeira coisa que todo maluco diz é: “Eu não sou maluco, não”.

Leia mais