Robério Canto

Escrevivendo

No estilo “caminhando contra o vento”, o professor Robério Canto vai “vivendo e Escrevivendo” causos cotidianos, com uma generosa pitada de bom humor. Membro da Academia Friburguense de Letras, imortal desde criancinha.

08/03/2017

O poeta Bilac já falava no “não que desengana, o nunca que alucina”.

Acabo de ler que seis em cada dez pessoas são incapazes de conversar por dez minutos sem mentir ao menos uma vezinha. Se o jornalista não estiver mentindo, isso ficou comprovado em uma longa pesquisa feita por psicólogos americanos. Ou seja, todo mundo é mentiroso, inclusive você, prezado leitor. A exceção parecem ser os políticos brasileiros, cujo amor ao povo e à verdade é inquestionável e pode ser constatada nos discursos e ações com que diariamente eles nos brindam.

Leia mais
22/02/2017

- Tião, qual a resposta da 3?

- Já te falei pra não me chamar de Tião.

- Tá bom! Tá bom, Sebástian! E a resposta?

- Manera aí, que o professor tá olhando.

- Olhando nada, o mané tá é morrendo de sono. Manda aí!

- Acho que é 82,5. Sem certeza.

- Ô, Tião, to aqui olhando a prova do Tadeuzinho. Ele respondeu 95.

- Então soma 82,5 com 95 e divide por dois. E Tião você sabe quem é!

- Ó, o careta tá circulando. Esconde o papel. Já fiz a conta: dá 88 e uns trocados. Tá certo?

Leia mais
15/02/2017

As palavras também têm seu lado exponencial

Leia mais
08/02/2017

Ia responder “muito bondosa”, mas, traído pelo subconsciente, suspirou “muito gostosa”

Leia mais
01/02/2017

E discursos políticos que fariam Lula votar em Sérgio Moro para presidente

Leia mais
27/12/2016

E ainda tem gente que acha bonito ser esnobe!

A origem mais provável da palavra forró, segundo os pesquisadores mais cuidadosos, é forbodó, do francês faux bourdon, isso é, canto monótono. Daí, forrobodó e, depois, forró. Mas o povinho, que além de inventar palavras inventa explicações para elas, cismou que o pai dessa criança é o inglês for all.

Leia mais
21/12/2016

 “Pode alguma coisa que preste vir de Nazaré?”, perguntou Natanael ao ouvir de Felipe que daquela cidade saíra o Messias que há milênios os profetas anunciavam. Natanael terá sido o primeiro cético, mas muitos continuaram a duvidar, pelos tempos afora. Tomé, apesar de ter convivido com Jesus e ouvido diretamente dele a pregação da Boa Nova, ousou exigir provas. E isso depois de os fariseus terem sido avisados: “Em verdade vos digo, a esta geração não será dado um sinal”.    

Leia mais
13/12/2016

Num dia desses, quem tem vontade de sair para viver?

O dia despertou chuvoso e frio. É feia, úmida e cinza a manhã que se vê do outro lado da janela embaçada. Não sei o que vocês pensam da chuva. Não da exagerada, de temporal e enchentes, que dessa ninguém gosta mesmo. Mas da chuvinha fina e persistente, que às vezes dura uma semana ou mais, encharca os sapatos, alaga o coração de uma melancolia boba e prolongada como a própria chuva.

Leia mais
06/12/2016

Sim, frases enganosas ou enganadas vêm de longe e estão presentes em todos os idiomas 

Como até os cabeludos estão carecas de saber, “pois sim” é uma negativa. “Você não quer subir pra conhecer minha coleção de vinil?” “Pois sim, minha amiga já me contou o que aconteceu com ela depois do último disco!” (Dessa vez não “colou”: a moça não vai entrar nessa fria - ou nessa quente, dependendo do ponto de vista).

Leia mais
29/11/2016

I - O cartola

Leia mais