UPA ameaçada

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

sábado, 19 de maio de 2018

Para pensar:

“A dissimulação algumas vezes denota prudência, mas ordinariamente fraqueza.”

Marquês de Maricá

Para refletir:

“Ingratidão é uma forma de fraqueza. Jamais conheci homem de valor que fosse ingrato.”

Johann Goethe

UPA ameaçada (1)

O clima na cidade é de festa, mas o Massimo  tem alguns assuntos muito sérios para tratar.

Não se iluda o leitor com discursos sorridentes em contrário: existe sim um cabo de guerra sendo travado no atual momento entre as forças favoráveis à terceirização de aspectos estratégicos de nossa rede pública de saúde, e de outro lado aqueles que lutam pela redução de intermediários, pelo funcionalismo concursado, e confiam na possibilidade de administração eficiente no SUS.

UPA ameaçada (2)

O primeiro grupo conta em suas fileiras com agentes públicos nomeados ou eleitos, pessoas cercadas de influência não desprezível, tanto na Câmara quanto na prefeitura.

Gente que gosta muito de citar como exemplo a eficiência da UPA - em grande parte verdadeira - sem incluir na equação dados como o custo do serviço ou a pressão (no país inteiro) pelo sucateamento do SUS em favor de sistemas mais agradáveis a quem gosta de nomeações, instabilidade, chantagem e de acesso a uma fatia do dinheiro público.

UPA ameaçada (3)

Pois bem, em Nova Friburgo o Ministério Público do Trabalho tem feito trabalho exemplar no sentido de limitar um sistema que não deu certo no estado, e encontra-se entre os muitos fatores que quebraram as finanças do Palácio Guanabara.

Por diversas vezes foi descumprido e prorrogado o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o órgão e o Executivo municipal no sentido de encerrar a terceirização e assumir a prestação do serviço com funcionários dos quadros municipais.

A data atual, tida como improrrogável, é 31 de outubro.

UPA ameaçada (4)

Entre esse grupo pró-terceirização - ou ao menos grande parte dele - começa a ficar clara uma estratégia já bastante conhecida.

O prazo precisa ser cumprido, sob pena de serem aplicadas multas que podem redundar em improbidade. Não há o que fazer quanto a isso.

Mas, no que depender desse grupo específico, o plano é fazer com que o serviço seja completamente descontinuado a partir desta data, sob a alegação de que a municipalidade não foi capaz de assumir sua execução.

UPA ameaçada (5)

Assim, joga-se a opinião pública contra a Justiça e contra vozes, como a deste colunista, que sempre se posicionaram de forma absolutamente clara diante do tema.

E, claro, força-se a situação da retomada sob os moldes atuais

Quem costuma frequentar a Câmara já ouviu insinuações a respeito deste “risco” por parte dos infiltrados. E ainda vai ouvir discursos semelhantes durante a votação das emendas à nova Lei Orgânica.

É só prestar atenção para identificar quem são.

UPA ameaçada (6)

A questão central é observar, desde já, quais os esforços que estão sendo - ou não estão sendo - feitos para preparar a transição.

Porque as determinações foram conhecidas com anos de antecedência, e quem se comprometeu a construir duas UPAs a mais não pode alegar que não tenha estrutura para suportar apenas uma.

Antes de colocar a culpa na Justiça, daqui a cinco meses, é preciso comprovar que todos os esforços tenham sido feitos para cumprir o que foi acordado.

Em defesa do Planetário (1)

Os leitores de A VOZ DA SERRA certamente viram que nos últimos dias o precioso Planetário de Nova Friburgo foi, mais uma vez, alvo da ação de vândalos e ladrões.

Infelizmente este tipo de ataque tornou-se rotineiro, e apenas a abnegação extrema de um grupo de apaixonados é capaz de explicar a continuidade deste pequeno tesouro de nossa cidade.

A boa notícia, contudo, é que este suplício pode estar perto do fim.

Em defesa do Planetário (2)

Quem tem um pouco mais de idade deve se lembrar que o atual secretário de Ciência e Tecnologia, Marcelo Verly, foi um dos articuladores responsáveis pela instalação do planetário em nossa cidade, no início da década passada.

De forma compreensível, portanto, Verly iniciou uma série de medidas com vistas a proteger este patrimônio diretamente relacionado à pasta que administra.

A primeira delas - e é bom que a notícia seja amplamente divulgada - foi a alocação de uma das câmeras do sistema Cidade Inteligente justamente voltada ao planetário e seu entorno.

Em defesa do Planetário (3)

O colunista pode assegurar que o aparato já está em funcionamento, e que hoje ninguém chega ao planetário sem ser visto e, se houver necessidade, identificado.

E não para por aí.

Verly também já tem reuniões agendadas com o coronel Eduardo Vaz Castelano, comandante do 11º BPM, e com Renato Satyro, secretário municipal de Educação, a fim de que todos os esforços sejam coordenados em benefício do observatório.

Boas notícias, que certamente terão continuidade nos próximos dias.

Alô, mulheres!

A atuante 9º Subseção da OAB em Nova Friburgo, continua dando exemplo de atuação junto à sociedade.

Neste sábado, 19, a instituição abre as portas de seu auditório das 9h às 12h30 para a realização do Encontro Serrano sobre Gestar, Parir e Nascer.

O primeiro painel tratará de diretrizes atuais de assistência ao parto, enquanto o segundo será dedicado a direito da mulher durante a gestação, o parto e o puerpério.

Entre um e outro, um intervalo com yoga com a competência de Patrícia Morgado.

Aos aventureiros

O parceiro Ricardo Lengruber informa que na próxima quarta-feira, 23, o documentarista de moto-aventura Vantuir Boppre, criador da série Caminhos da América, estará em Nova Friburgo para palestrar e lançar seu livro “Transamazônica: uma estrada para ser vista da lua”

O evento acontece às 19h na Yamotor, e pede-se aos interessados que doem um quilo de alimento não perecível.

Imperdível.

Compareceu

Diferentemente de tantos indicados famosos do passado, a atriz, cantora e bailarina Tânia Alves, que há anos mantém o Spa Maria Bonita em Nova Friburgo, marcou presença na cerimônia de entrega da Comenda Barão de Nova Friburgo e dos títulos de cidadania friburguense.

Na foto, Tânia recebe o título de cidadã das mãos do presidente da Câmara, vereador Alexandre Cruz.

Respeito

A coluna tem o hábito de respeitar a privacidade e questões de foro pessoal, ciente de que as pessoas não são apenas públicas.

Por isso mesmo não falamos muito sobre o desafio enfrentado pelo vereador Zezinho do Caminhão, que superou uma situação de risco de vida muito séria nas últimas semanas.

Alegria

Pois bem, foi com muita alegria que o colunista recebeu um telefonema de Zezinho nesta sexta-feira, 18.

O parlamentar passa bem, e recupera-se da melhor forma das cirurgias emergenciais a que foi submetido.

A orientação médica é de que repouse por 50 dias, quando nova avaliação será feita para constatar se já poderá retomar suas atividades.

O Massimo lhe deseja uma pronta recuperação.

Foto da galeria
Publicidade
TAGS:

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.