Elizabeth Souza Cruz

Elizabeth Souza Cruz

Surpresas de Viagem

A jornalista-poeta-escritora-trovadora-caçadora de cometas Elisabeth Sousa Cruz divide com os leitores, todas as terças, suas impressões a bordo do que ela carinhosamente chama de “Estação Caderno Light”, na coluna Surpresas de Viagem.

20/08/2019

O Caderno Z veio pedalando emoções para festejarmos o Dia Nacional do Ciclista, celebrado ontem, 19. Quando se fala em tempo antigo das bicicletas em Nova Friburgo, lembro-me da Filó e da movimentação dos operários chegando para mais um dia de batente. A fábrica dispunha de local para as bicicletas e era bonito o cortejo dos pedais, tanto no início, quanto no fim da jornada. A foto de Layse Ventura Coutinho é admirável, pois como as moças andavam bem vestidas até para um passeio ciclístico.

Leia mais
13/08/2019

Com uma ponta de lágrima querendo escorrer no canto do olho, eu vou sentindo saudades de papai. O Caderno Z é responsável pelas emoções matinais, provocando um turbilhão de afetividades para festejar o Dia dos Pais. Quando eu falava: Pai, ainda não comprei o seu presente! Ele me respondia: - Deixa de ser boba, o meu presente é você! Aí que eu ficava mais boba ainda. Ana Borges tem razão e bem lembrou a canção: “É assim mesmo, esse amor que não se pede, que não se mede nem se repete”.

Leia mais
06/08/2019

Atabaque, berimbau e um agogô. É assim, no bom gingado, que nós festejamos a data 3 de agosto,  Dia do Capoeirista. O Caderno Z é mestre em descobrir essas comemorações. Sendo um esporte cheio de ginga, os benefícios que produz são inúmeros: consciência corporal, resistência, criatividade, controle e flexibilidade. A capoeira era proibida no Brasil até meados do século 20 devido a ser considerada “perigosa e sua prática um crime”. Hoje seria um crime, sim, deixar de praticá-la, tamanho o fascínio que ela desenvolve na elasticidade corporal dos atletas e a disciplina para jogar.

Leia mais
30/07/2019

Mais uma data festiva no Caderno Z – 26 de julho, Dia dos Avós. Nossa diretora, Adriana Ventura, dissertou brilhantemente “Sobre ser avó”, ressaltando: “Não sei fazer tricô, tampouco crochê, mas sei contar histórias e sentar no chão”. Na verdade, ela sabe bem mais sobre “esse amor que nasce desde o primeiro olhar, o primeiro colo”. É assim que nós rejuvenescemos com os nossos netos e nos inteiramos do mundo infantil novamente. E agora com muito mais facilidade pelas tecnologias que dispõem filmes, desenhos, músicas a qualquer momento que se queira uma diversão.

Leia mais
23/07/2019

Desta vez eu perco meu medo de altura e vou me juntar a Guilherme Alt e Alan Andrade na escalada até o Pico da Caledônia. Para acordar à 1h55 eu nem preciso dormir. E eu sigo os dois. São 3h30 da manhã, 10 graus. Nada de espantar. “Subimos de carro até a zona de camping...”. Parece que estou indo bem, sem medo de olhar para baixo. Depois, “seguir a pé” para “vencer os 630 degraus até o topo”. O frio vai aumentando e, às 6h30, a temperatura é de 4 graus. Eu continuo atenta: não perco um detalhe. Fotos maravilhosas, estilo Alan.

Leia mais
16/07/2019

Festejar o Dia Mundial do Rock, celebrado no último sábado, 13, em pleno Festival de Inverno em Nova Friburgo, é muito mais emocionante. O Caderno Z não perde o ritmo de seus temas e nós, leitores, ganhamos a harmonia prazerosa dos conhecimentos. As minhas emoções se aceleram e confesso que ainda criança, papai me deu de presente um long-play de Elvis Presley – “Louco por Garotas”, com a trilha do filme de mesmo nome, que assisti no antigo Cine Eldorado.

Leia mais
09/07/2019

“Transformar pães em rosas”, este foi o milagre que nos conta a lenda de Santa Isabel, então Rainha de Aragão, durante o século 14, em Portugal, num dia 8 de julho. Por essa razão, a data passou a ser o Dia do Padeiro, já que Isabel, às escondidas do Rei Dom Dinis, ajudava os pobres, distribuindo pães. Podemos assumir um novo olhar para a transmutação do trigo em pão e, diante das prateleiras sortidas da panificação, reverenciemos os que estão nos bastidores do espetáculo, pondo as mãos na massa. O pão, este alimento mágico, é mesmo um milagre no dia a dia da gente.

Leia mais
02/07/2019

O Caderno Z é todo encanto, a começar pela linda capa que estampa a beleza de São Pedro da Serra. Tudo azul na foto de Regina Lo Bianco! É tempo de arraiá em São Pedro e o evento parece até coisa nova, mas, vejam: são 154 anos de festejos juninos no distrito, sem interrupção, com a ajuda da comunidade, de pessoas ligadas ao movimento religioso católico, e integrantes da Associação de Moradores local. Este ano, a organização do arraiá foi passada para duas potências: a Associação Comercial e Industrial de São Pedro da Serra e a empresa Teia de Eventos. Sucesso garantido.  

Leia mais
25/06/2019

Vinde a nós os refugiados, pois eles serão bem recebidos! Assim que saudamos o dia 20 de junho, Dia Mundial dos Refugiados, com o coração aberto para abraçar os irmãos que buscam novos horizontes no Brasil. “Nas rotas do desespero”, o Caderno Z nos abre um leque de informações e depoimentos que aumentam ainda mais o nosso amor em acolher quem vem em busca de recomeços. “O drama dos refugiados” é comovente pois, uma coisa é deixar um país por vontade própria; outra, é sair sem querer deixar a terra amada.

Leia mais
18/06/2019

Você sabia que aquela meia usada, rasgada, perdida na sua gaveta, pode ser muito útil para a confecção de cobertores? A empresa Puket arrecada as meias durante o ano todo com o intuito de fabricar cobertores a serem distribuídos aos necessitados. Aqui em nossa cidade, o ponto coleta é no curso de idiomas Wizard, na General Osório. Nas “Ações Humanitárias”, o Caderno Z nos trouxe o tema abordado, “numa questão de solidariedade”.   Assim, quando o frio aumenta, o calor humano age!

Leia mais