César Vasconcelos de Souza

Cesar Vasconcellos de Souza

Saúde Mental e Você

O psiquiatra César Vasconcellos assina a coluna Saúde Mental e Você, publicada às quintas, dedicada a apresentar esclarecimentos sobre determinadas questões da saúde psíquica e sua relação no convívio entre outro indivíduos.

04/01/2018

É você uma pessoa chata? No trabalho, na comunidade religiosa, em encontros sociais, as pessoas gostam de estar em sua companhia ou se afastam de você? A expressão “porre seco” é usada entre os membros dos Alcoólicos Anônimos (AA), grupo de ajuda mútua responsável pela recuperação de cerca de 40% do alcoolismo mundial, segundo o dr. George Vaillant, psiquiatra e autoridade em alcoolismo da Universidade de Harvard.

Leia mais
28/12/2017

Não é fácil mudar o que somos e às vezes pode ser bem difícil mudar o que fazemos. Mas pode não ser impossível. Veja algumas idéias que podem lhe ajudar a mudar, caso você sinta vontade disso agora que vamos começar um novo ano. Compartilho com você um pequeno roteiro com ideias minhas e do André Camargo, que estudou psicologia e trabalha com educação, inovação e processos de transformação na função de coaching, o qual me autorizou este compartilhamento baseado no seu texto “Sete simples passos para mudar o rumo da sua vida”, publicado em seu blog em 21 fevereiro de 2017.

Leia mais
21/12/2017

A palavra Natal, do latim “natalis”, significa “nascimento”. Geralmente é associada ao nascimento de Jesus Cristo, o Deus dos cristãos que viveu em meio à humanidade como homem, figura histórica, vivendo aqui na Terra por cerca de 33 anos há 2017 anos atrás. Em sua vida na terra Jesus, certa ocasião, apresentou um sermão ao ar livre, chamado de o Sermão do Monte ou Sermão da Montanha, que está registrado na Bíblia no evangelho de Mateus, capítulo 5 e no evangelho de Lucas, capítulo 6. Popularmente a palavra sermão é usada no sentido de dar uma bronca em alguém.

Leia mais
14/12/2017

A dor mental central no ser humano é a angústia. Uma pessoa angustiada pode sentir sintomas físicos da angústia, como aperto no peito, dificuldade para respirar, pressão na nuca, frio na barriga, perda ou aumento do apetite, sensação de dificuldade de engolir, etc. As manifestações físicas da angústia ocorrem porque é uma forma que o organismo tem para aliviar a mente. Se, e quando, a angústia fica “só” na mente consciente, ela pode incomodar bastante. Perceber a angústia não é fácil. Muitos escapam desta percepção com outras coisas sem ser manifestações físicas da angústia.

Leia mais
07/12/2017

Dra. Julianne Imperato-McGinley, professora e pesquisadora da Faculdade de Medicina Cornell, Nova Iorque, foi para uma cidade da República Dominicana em 1970 estudar um fenômeno na especialidade dela, endocrinologia, no qual meninos tinham deficiência hormonal genética, retardando o desenvolvimento do pênis, bolsa escrotal e testículos.

Leia mais
30/11/2017

Podemos definir ingratidão como o não reconhecimento do bem oferecido ou da ajuda concedida a alguém. Você sente falta de gratidão para com coisas boas que realmente tem feito pelas pessoas? É você uma pessoa ingrata? Há um conceito na política de que quando um prefeito faz obras que não aparecem, o povo não valoriza. E, ao contrário, quando faz coisas extravagantes ao olhar das pessoas, elas gostam. Fazer uma rede de esgotos que proporciona infraestrutura sanitária não aparece porque está sob a terra.

Leia mais
23/11/2017

Muitos vivem com motivação de competição. Parece que não relaxam. Precisam provar que são superiores, melhores ou mais fortes. No fundo há rebelião escondida, nem sempre mascarada, por escapar explosões temperamentais nos relacionamentos. Pessoas podem ficar orgulhosas de seu comportamento disfuncional, rebelde e manifestar sentimentos de desafio e desprezo à moral constituída (não hipócrita, mas ética e decente). Vemos isto em políticos ou outros indivíduos que cinicamente discursam com arrogância e fingimento de interesse social.

Leia mais
16/11/2017

Usando as redes sociais de forma madura

Leia mais
09/11/2017

Nesta vida temos dores de origem física, emocional, social, espiritual. Podemos tentar fugir desta realidade, mas não dá. E o modo de fugir pode variar. Você pode meter a cara no trabalho, pode se viciar em álcool, drogas de farmácia e ilícitas. Pode ficar compulsivo para compras, para sexo, romance, jogo, comida, acúmulo de bens materiais. As compulsões são uma maneira da pessoa tentar se livrar da dor mental.

Leia mais
02/11/2017

A palavra finado significa algo ou alguém que finou, que chegou ao fim, que está morto. O Dia de Finados é conhecido também como Dia dos Mortos. E nós, seres humanos, somos um ser para a morte. Já nascemos seguindo na direção para morrer. A morte, a primeira morte, é inevitável. Todos temos que passar por ela. É uma tristeza e uma tragédia. 

Leia mais