Estado investirá R$ 220 milhões na recuperação ambiental de Nova Friburgo

Previsão é que 34 mil metros cúbicos de sedimentos sejam retirados em Córrego Dantas
segunda-feira, 11 de janeiro de 2021
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Castro e comitiva em Córrego Dantas (Divulgação)
Castro e comitiva em Córrego Dantas (Divulgação)

O governo do Estado do Rio de Janeiro vai investir cerca de R$ 220 milhões na recuperação ambiental de Nova Friburgo, com serviços de urbanização de margens de rios, desassoreamento e canalização. Neste domingo, 10, foram iniciadas as ações de limpeza do Córrego Dantas por meio do programa Limpa Rio, do Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

Preventivo e emergencial, o Limpa Rio é realizado de forma permanente para minimizar riscos que possam ocorrer em situações de fortes chuvas. A previsão é retirar cerca de 34 mil m³ de sedimentos do Córrego Dantas para destinação ambiental adequada. Serão aplicados recursos no valor de R$ 500 mil.

“A limpeza dos rios é essencial para evitar alagamentos e enchentes. O Limpa Rio é um programa que faz parte do Plano de Contingência para as Chuvas de Verão. Não é apenas uma questão ambiental, é saúde pública. Também é importante a parceria com as prefeituras para conscientizar a população a não poluir os rios do estado”, ressaltou o governador em exercício.

As próximas ações previstas para o município contemplam a substituição de sete travessias ao longo do Rio Bengalas e de quatro travessias sobre o Córrego Dantas. Além disso, será dada continuidade aos trabalhos de recuperação ambiental do Rio Bengalas e do Córrego Dantas com desassoreamento, canalização e contenção de terrenos inclinados na beira de rios, os taludes. A Secretaria do Ambiente também vai atuar na urbanização da margem do Córrego Dantas com a recuperação de via existente e implantação de ciclovia e de um parque fluvial.

Esteve presente, durante o encontro, o prefeito Johnny Maycon, que junto a Cláudio Castro acompanhou de perto o início das ações de limpeza do Córrego D'antas. Em suas redes sociais, o prefeito escreveu que reforçou a importância do programa que vai minimizar riscos em decorrência das fortes chuvas nesta época do ano. “Vamos retirar os sedimentos e assim fazer o desassoreamento, a canalização e contenção de terrenos inclinados na beira de rios”, informou Johnny.

“Ações como a do Limpa Rio são fundamentais para o trabalho de prevenção e de mitigação do impacto das grandes chuvas. Estamos atuando em todo o estado através do programa. Além disso, temos previstas outras ações ambientais importantes na Serra”, completou o secretário do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pamplona.

 

 

LEIA MAIS

Entre as ações previstas, recolhimento de lixo das margens do Rio Bengalas

Urna ficará na unidade de saúde por 90 dias. Informações levantadas vão subsidiar a realização de futura auditoria

Objetivo de Marcinho Alves foi estreitar laços, ouvir demandas e apresentar propostas como relatórios frequentes das realizações de cada pasta

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra