Sem vacinas para 1ª dose, Friburgo suspende cronograma de imunização contra Covid

Entre esta quarta e sábado seriam contemplados adultos de 28 a 33 anos; aplicação de segunda dose, no entanto, prossegue
quarta-feira, 28 de julho de 2021
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Fila da vacina na Uerj (Arquivo AVS/ Adriana Oliveira)
Fila da vacina na Uerj (Arquivo AVS/ Adriana Oliveira)

A Secretaria de Saúde de Nova Friburgo interrompeu a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19  para adultos de 32 e 33 anos, que estava programada para esta quarta e quinta-feira, 28 e 29. Também foi cancelado o Dia D previsto para este sábado,  31, para adultos de 28 a 31 anos.

Entre esta quarta e sexta-feira, 30, continuará sendo aplicada apenas a segunda dose em Nova Friburgo.⠀

A prefeitura alega que, como vem acontecendo com outros municípios do Estado do Rio, a primeira dose será suspensa esta semana porque o governo estadual enviou vacinas só para a segunda dose. Diante disso, não há imunizantes suficientes para os próximos grupos etários contemplados pelo cronograma planejado até 10 de agosto.

A Prefeitura de Nova Friburgo aguarda o envio de doses por parte da Secretaria estadual de Saúde  de vacinação.

Na tarde desta quarta, a Secretaria de Saúde de Nova Friburgo espera receber do governo do estado uma nova remessa para dar prosseguimento ao cronograma de vacinação. Ao todo, segundo a prefeitura, chegarão 2.503 vacinas para primeira aplicação e 3.205 para segunda dose. Desse quantitativo, 918 são da Pfizer e 1.585 da Coronavac (ambas primeiras doses), e 1.585 da Coronavac e 1.620 da Astrazeneca (segundas doses). ⠀

Levando em conta que o município vacina em média  de 3.500 a quatro mil pessoas por dia, a quantidade de imunizantes enviada para Nova Friburgo é insuficiente para dar prosseguimento na vacinação do público alvo de 33 a 28 anos que estava agendado para acontecer nesta quarta, quinta, sexta e sábado.⠀

A prefeitura aguarda a próxima entrega de doses que deve acontecer até o fim desta semana para realizar um novo cronograma para os próximos dias.

Estado entrega mais de 580 mil doses

“Todas as novas doses que recebemos são disponibilizadas imediatamente aos municípios para que possamos continuar avançando na campanha de vacinação no estado do Rio”, afirmou o secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, ao anunciar a entrega, até esta quarta, de mais 583.840 doses das vacinas contra a Covid-19 aos 92 municípios fluminenses. 

Segundo o estado, a Subsecretaria de Vigilância e Atenção Primária à Saúde (SVAPS) vem reforçando rotineiramente com as secretarias municipais de Saúde a importância de responsáveis técnicos e gestores municipais organizarem suas ações de vacinação, respeitando a destinação das doses para a primeira ou segunda aplicação do esquema vacinal. Essa destinação é sinalizada por meio de Informe Técnico enviado pelo Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde, aos estados. 

A SVAPS ressalta ainda que a distribuição do imunizante é feita de forma proporcional e igualitária a todos os municípios. O quantitativo de doses distribuídas por município e tipo de vacina desde o início da campanha vacinal pode ser verificado no site:  https://vacinacaocovid19.saude.rj.gov.br

Nesta sexta-feira, em Nova Friburgo,  estarão recebendo a segunda dose gestantes e puérperas que tomaram a primeira dose da AstraZeneca antes desse imunizante ser suspenso pelo Ministério da Saúde para esse público. A segunda dose será aplicada com a vacina Pfizer. A aplicação acontecerá das 9h às 15h,  somente na Uerj.

 

LEIA MAIS

Taxa média de ocupação dos leitos de UTI exclusivos nos hospitais locais continua baixa: 28,30%

MP apresenta censo psicossocial da clínica e discute como operacionalizar a desinstitucionalização dos pacientes

Unidade funciona em um prédio anexo ao Hospital Raul Sertã, de segunda a sexta, das 8h às 11h30

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra