Cúmulo

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

quarta-feira, 06 de junho de 2018

Para pensar:

“A inteligência é o que você usa quando não sabe o que fazer.”

Jean Piaget

Para refletir:

As más companhias são como um mercado de peixe; acabamos por nos acostumar ao mau cheiro.

Provérbio chinês

Cúmulo

Um leitor entrou em contato com a coluna para manifestar um problema que não é só friburguense, mas que tem afetado muita gente também por aqui, e que atesta toda a falta de seriedade deste país aparentemente condenado a ser tão menos do que poderia ser: o colunista se refere ao recebimento, em casa, de boletos já vencidos.

Taxa de incêndio

A bola da vez aqui em Nova Friburgo, e motivo da reclamação do leitor em questão, é a cobrança da taxa de incêndio, antecipada em 2018 de julho para maio, e que, para muitos de nós, só foi entregue nas residências, pelos Correios, após a data de vencimento.

A situação pode ser descrita como (mais) um ato de covardia contra a população, porque – sem que tenha qualquer culpa na situação – o morador tem que se virar para acessar a internet e imprimir uma nova cobrança, inevitavelmente acrescida de multa.

Transtorno

Se lembrarmos aqui que muitas pessoas ainda têm dificuldades de acesso à internet ou não possuem impressora, temos um cenário no qual a vítima – o termo é esse – ainda terá um grande transtorno e algumas despesas a mais para que possa pagar uma conta cujo atraso não foi de sua responsabilidade.

Ora, isso está errado, muito errado.

Problema de muitos

Relatos dão conta de que é grande o número de pessoas que têm procurado os bombeiros em busca de orientação, e o colunista pode atestar que também já passou algumas vezes por este tipo de situação, não apenas com a taxa de incêndio.

É evidente que os Correios têm grande parcela na composição deste quadro, mas seria errado não aprofundar o questionamento e chegar a quem está por trás do enfraquecimento da empresa.

Proposital?

Além disso, dado o lucro absurdo que tantas empresas passam a ter com atrasos mínimos no pagamento de suas contas, talvez caiba aos órgãos de fiscalização averiguar se todas as medidas estão efetivamente sendo tomadas a fim de assegurar que os cidadãos/consumidores tenham o tempo necessário para que possam pagar suas contas sem juros ou multas.

Porque, cá entre nós, o leitor tem toda razão: a população está sendo injustamente lesada, e do jeito que está não pode ficar.

Cena inusitada

A terça-feira, 5, começou com uma cena um tanto inusitada, aqui em nossa cidade.

Dois ônibus da Faol foram apreendidos e encaminhados ao pátio da Secretaria de Mobilidade Urbana.

Os veículos, com placa de Cabo Frio e em nome da Viação Salineira, são descritos nas respectivas documentações como pintados em cor predominantemente branca, embora já estejam pintados na cor azul da Faol.

Uma infração que não traz risco aos usuários, portanto, mas que não pode ser ignorada numa sociedade na qual a lei é igual para todos.

Créditos

A menos que a apuração do colunista tenha perdido alguém, a operação envolveu cinco agentes.

A saber: Geraldo, Fabrício, Mauro, Beto e Louback.

E ninguém deve se surpreender se outros coletivos vierem a ter o mesmo destino.

É que a equipe da Smomu trabalha com a informação de que ao todo são dez os ônibus rodando nesta condição.

Outro lado

Curiosamente, no mesmo dia a Faol também apresentou sete novos ônibus equipados com ar condicionado e com espaço para dois cadeirantes que passam a integrar sua frota municipal, e certamente vão melhorar o atendimento a várias linhas.

Cinema francês

Aconteceu na noite desta terça-feira, 5, a abertura em Nova Friburgo do já tradicional Festival Varilux de Cinema Francês.

Entre os dias 7 e 20 a oferta de filmes que o espectador médio não teria oportunidade de ver nos telões é bastante grande, e vale muito a pena dar uma conferida na agenda, disponível na página do Festival na internet.

Basta selecionar Nova Friburgo entre as cidades participantes e se planejar.

Ligação forte

Por ocasião da data de 130 anos da imigração libanesa ao Rio de Janeiro, o cônsul geral do Líbano no Rio de Janeiro, dr. Alejandro Bitar, constituiu o “Prêmio Distinção – 130 anos da imigração libanesa no Rio de Janeiro”.

A entrega está marcada para o próximo dia 21 de junho, às 19h30 na Sala Baden Powell, na Avenida Nossa Senhora de Copacabana.

Descrição

A página do prêmio o descreve como “uma homenagem de reconhecimento de serviços a libaneses, descendentes, personalidades e instituições de origem libanesa e que se notabilizarem pelas suas ações nas diversas áreas da sociedade brasileira, em geral, e do Rio de Janeiro, em especial, contribuindo, dessa forma, para o desenvolvimento e o progresso do Estado do Rio de Janeiro”.

Presença serrana

Como não poderia deixar de ser, Nova Friburgo terá presença marcante no evento.

Basta dizer, por exemplo, que dos 27 homenageados, quatro possuem profundas raízes friburguenses.

Além do sempre atuante Gilberto Sader, também serão homenageados in memorian os inesquecíveis Chamberlain Noé, Saide Maria Abicalil, e Edmo Zarife, cuja voz pretendemos ouvir muitas vezes nos próximos dias, eternizada no inconfundível grito “Brasiiilll” que acompanha todos os gols da seleção.

Privilégio

E aqui o colunista se permite dividir com os leitores um desses pequenos tesouros que enchem uma vida de valor.

Ainda criança, o Massimo teve oportunidade de ouvir o próprio Edmo reproduzindo sua emblemática gravação à capela.

Mesmo sem todos os efeitos, dava para reconhecer perfeitamente que era ele.

Na conta

A tão antecipada transferência de R$ 10 milhões e 40 reais do Ministério da Saúde para a conta corrente da prefeitura no Banco do Brasil finalmente se concretizou nesta segunda-feira, 4.

Os recursos têm destinação específica para a compra de equipamentos para o Hospital Raul Sertã e a Maternidade Dr. Mário Dutra de Castro.

Boa perspectiva

Ao todo serão adquiridos 66 itens através de licitação pública, totalizando 592 equipamentos e objetos de suporte estrutural.

Entre os aparelhos listados o colunista destaca a previsão para três autoclaves – que devem ajudar a resolver ou amenizar o problema com esterilização que vem sendo notado desde as chuvas de 2011 - e também 29 ventiladores pulmonares, que devem eliminar a necessidade de alugar tais aparelhos.

Acompanharemos essas compras com atenção.

Respostas (1)

O amigo Girlan Guilland enviou a seguinte resposta para o desafio fotográfico publicado nesta terça-feira, 5. “A estátua é de Guilherme Tell, o lendário personagem suíço. O monumento fica no pátio da Casa Suíça/Queijaria Escola de Nova Friburgo, em Conquista. Obra do artista José Vieira, encomendada pelo então presidente do Instituto Fribourg- Nova Friburgo, empresário René Pegataiz.

Já Leonardo Verbicário acrescentou que a estátua é a maior de Guilherme Tell fora da Suíça.

Respostas (2)

Além deles também somaram pontos Sílvio Poeta, Tânia Nicolau, Raquel Souza, Manoel Pinto de Faria, Gilberto Éboli, e Alberto Corrêa, o Betinho.

Parabéns a todos!

Foto da galeria
Publicidade
TAGS:

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.