Apenas começando

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

terça-feira, 05 de junho de 2018

Para pensar:

“O medo é mau conselheiro.”

Autor desconhecido

Para refletir:

Covardia e honra são incompatíveis.

Apenas começando

Junho chegou, os calendários dizem que estamos quase na metade do ano, mas para quem olha um pouco para a frente e reflete sobre tudo o que ainda precisa acontecer, a impressão que dá é que 2018 está apenas começando.

A paralisação dos caminhoneiros, a farra das notícias falsas, o desabastecimento, os preços altos e as “compensações tarifárias” parecem ser apenas os primeiros ensaios do que ainda vem por aí.

Pausa estratégica

A agitação deve dar uma pequena pausa durante a Copa do Mundo e o recesso parlamentar, mas é certo que teremos um segundo semestre muito intenso, e possivelmente difícil.

Tem muito tubarão sentindo o cheiro de (nosso) sangue na água, se é que o leitor me entende.

Despudor

Falando ainda sobre o cenário nacional, a semana começou com a confirmação de que a medida provisória 839, que remaneja recursos para o Ministério de Minas e Energia e foi publicada no último dia 1º, cancelou nada menos que R$ 5,2 milhões do orçamento de 2018 da Fiocruz.

Faltam palavras ao colunista para descrever tal atrocidade, não apenas pelo impacto sobre uma estrutura essencial para a ciência e a saúde pública brasileiras, mas também pelo próprio absurdo de cortar um orçamento que já está em execução.

Aspas

A nota divulgada pela Fiocruz - quase um desabafo - afirma que “a medida do governo federal vem a atender às diretrizes que privilegiam a manutenção de políticas de congelamento de gastos públicos, sem afetar os ganhos do sistema financeiro que consome quase metade do orçamento público nacional no pagamento de encargos financeiros da dívida. Na prática, o governo corta recursos da área social, como saúde, educação, saneamento básico e reforma agrária, para transferir ao Ministério de Minas e Energia e da Defesa em decorrência da crise do setor. No Ministério da Saúde o impacto é de R$ 135 milhões no Programa Fortalecimento do Sistema Único de Saúde”.

Por aqui

Já na esfera municipal, o mês das quadrilhas deve ser marcado pela aprovação em segunda e última votação da nova Lei Orgânica Municipal (LOM).

Se a palavra dada ainda vale alguma coisa por aqui, a data limite deve ser o próximo dia 12, terça-feira da semana que vem.

Nos bastidores, diversas repartições do governo têm fornecido parâmetros valiosos para os ajustes finais, mas sabemos que também há interesses menores tentando se infiltrar no processo.

Sem máscaras

É certo que a aprovação da nova LOM representará um grande salto de qualidade à legislação municipal, colocando Nova Friburgo em posição de vanguarda no cenário brasileiro nesse importante quesito.

Mas, ainda assim, será interessante acompanhar de perto o processo de aprovação, uma vez que algumas máscaras podem cair ao longo do processo.

Normalizou

A Faol fez circular uma mensagem nesta segunda-feira, 4, na qual agradece aos usuários pela compreensão durante os dias em que operou com sua frota de ônibus reduzida, e informa que todas as linhas já operam em condição de normalidade.

Anote na agenda

O mais friburguense dos ingleses, o simpático Noel Beatles fará uma apresentação gratuita na Praça do Suspiro no próximo sábado, 9, das 15h às 18h.

A classificação é livre e o colunista recomenda.

Rumo ao topo

Quem ficou acordado até quase 2h da madrugada do último sábado, 2, para acompanhar a batalha do friburguense Marlon Moraes, protagonista do combate principal do UFC Fight Night em Utica, Nova Iorque, não se arrependeu de esperar.

Falta pouco

Com um chute certeiro, Marlon precisou de apenas 33 segundos para nocautear um adversário que tinha somente uma derrota no cartel, e não perdia desde 2008!

Foi, enfim, uma atuação de gala, que o confirma como novo grande fenômeno da categoria, e o credencia a disputar o cinturão já em sua próxima luta.

Após uma estreia hesitante, o friburguense está cada dia mais à vontade no UFC, e já começa a repetir o nível de atuação que o levou ao título na WSOF.

Orgulho friburguense

O colunista dá os parabéns ao lutador, pelo desempenho e pela postura fora do octógono também.

E congratula igualmente a todos os friburguenses que contribuíram para sua formação, como o mestre Anderson França, as empresas que o apoiaram durante a escalada, e a família, que continua a viver por aqui.

Pergunta

Para iniciar a semana com o pé direito, nada melhor que uma foto de Regina Lo Bianco para a gente fazer mais uma edição do nosso desafio.

Então vamos lá: que monumento é este, e onde fica?

Valendo!

Foto da galeria
Publicidade
TAGS:

Giuseppe Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.