Janaína Botelho

Janaína Botelho

História e Memória

A professora e autora Janaína Botelho assina História e Memória de Nova Friburgo, todas as quintas, onde divide com os leitores de AVS os resultados de sua intensa pesquisa sobre os costumes e comportamentos da cidade e região desde o século XVIII.

12/04/2017

Criado pelo professor Joaquim Trotta, havia no Colégio Nova Friburgo o banco escolar. Os pais dos alunos depositavam o dinheiro e esses sacavam aos poucos justificando a despesa. Era uma forma de ensiná-los a administrar seu dinheiro e incentivo à poupança. Foram igualmente estimulados por esse professor a elaborar uma apostila, “Matemática de aluno para aluno”, algo inusitado na época, que foi impressa e servia aos alunos das turmas seguintes.  Os professores estavam sempre em contato com os alunos nas horas vagas, pois a maioria residia nas instalações do colégio.

Leia mais
05/04/2017

O Colégio Nova Friburgo inovava em tudo: excursões campestres e estudo do meio social eram atividades extraclasse dos alunos. A famosa revista O Cruzeiro, de 14 de outubro de 1950, numa ampla reportagem de cinco páginas, comparava esse estabelecimento de ensino a um “colégio brasileiro estilo americano”.

Leia mais
29/03/2017

As obras de adaptação ao colégio foram concluídas em 1949, e um ano depois foi aberta a primeira turma do Ginásio Nova Friburgo, que passaria a se chamar Colégio Nova Friburgo com a criação do curso científico, em 1954. Esse estabelecimento de ensino ficou conhecido pelos friburguenses como “Fundação”. Era um colégio em regime de internato e semi-internato, inicialmente restrito ao sexo masculino, abrindo em 1959 para meninas, mas somente em regime de semi-internato.

Leia mais
22/03/2017

Meados do século 20. Nova Friburgo torna-se cada vez mais industrial, ampliando suas fábricas com a vinda de metalúrgicas que, associadas às indústrias têxteis, colocam-na como um município atrativo em relação ao norte-fluminense. A população cresce significativamente, os clubes de serviço surgem por todo o centro da cidade e novas formas de sociabilidade aparecem entre a elite local. Até o caridoso médico Dermeval Barbosa Moreira resolve diversificar sua atividade profissional.

Leia mais
15/03/2017

O Colégio Nova Friburgo, conhecido como Fundação, foi considerado um estabelecimento de ensino referência em todo o Brasil por adotar a pedagogia dos melhores colégios ingleses e americanos. Funcionou no período de 1950 a 1977, mas a fase na qual realmente a sua metodologia era semelhante a tais colégios foi nos primeiros quinze anos de sua atividade. Estudavam nesse colégio nas primeiras décadas, majoritariamente, os filhos da elite de todo o país.

Leia mais
09/03/2017

A Fazenda Colubandê, localizada no município de São Gonçalo, é um patrimônio histórico, artístico e arquitetônico de expressivo valor, um dos raros exemplares da arquitetura colonial brasileira. Existe o movimento SOS Fazenda Colubandê, coordenado por arqueólogos e historiadores do país inteiro para proteger esse patrimônio. A mobilização existe, pois no mês de janeiro desse ano, o retábulo do século 18, altar talhado em estilo barroco, foi roubado da capela de Santana anexa à fazenda.

Leia mais
02/03/2017

Pertencente ao distrito de Lumiar, Rio Bonito é uma localidade com aproximadamente 600 moradores. Como se formou esse pequeno povoado de Nova Friburgo? Minha suposição é de que tenha sido rancho de tropeiros que saíam de Lumiar e de São Pedro para levar mercadorias à estação de trem em Mury ou ao centro de Nova Friburgo. Possivelmente algum posseiro de terras devolutas deu rancho aos tropeiros e daí surgiu um comércio de secos e molhados, um ferreiro, algumas casas foram sendo construídas, foi edificada uma igreja e surge o povoado.

Leia mais
23/02/2017

Em meados do século 19, já registramos o entrudo no folguedo carnavalesco da vila de Nova Friburgo. Os foliões lançavam água, farinha, pó de sapato, vermelhão da China ou amarelo do Japão uns contra os outros depositados, em alguns casos, dentro de bolas de cera ocas denominadas de limões-de-cheiro. As famílias muniam-se de latas, baldes, mangueiras e limão de cheiro, ficavam nos pontos centrais da cidade para o início do jogo do entrudo. Em fins daquele século, Nova Friburgo era uma cidade frequentada por cariocas, jornalistas e a classe política, como a família do jurista Rui Barbosa.

Leia mais
16/02/2017

Em Nova Friburgo, existem diversos erros sobre a sua história ou mesmo problemas de interpretação que merecem ser esclarecidos. Inicialmente, a data de celebração de seu aniversário. De fato, deveria ter como marco inicial o dia 03 de janeiro de 1820, e não, 16 de maio de 1818. A data do decreto real que cria a Colônia de Suíços na Fazenda do Morro Queimado, no distrito de Cantagalo, tornando-a Freguesia de São João Batista é 03 de janeiro de 1820. Para tanto, o território foi desmembrado de Cantagalo, do qual fazia parte.

Leia mais
09/02/2017

Amparo, Alto dos Schwenck. Foi para lá que colonos suíços e alemães se dirigiram no século 19. Fazia parte de São José do Ribeirão, freguesia mais importante de Nova Friburgo do ponto de vista econômico. Terras férteis para o plantio de café, frutas e verduras. Até meados do século 20, foi o distrito agrícola mais produtivo do município, o celeiro do Rio de Janeiro. Mas Amparo encontra-se esquecido há décadas por sucessivos governos municipais no que tange a infraestrutura, como a melhoria de suas estradas.

Leia mais