Dom Edney Gouvêa Mattoso

A Voz do Pastor

Buscando trazer uma palavra de paz e evangelização para a população de Nova Friburgo, o bispo diocesano da cidade, Dom Edney Gouvêa Mattoso, assina a coluna A Voz do Pastor, todas as terças, no A VOZ DA SERRA.

19/06/2018

Caros amigos, a dimensão social inerente à natureza humana (cf. Gaudium et spes, 12) influi diretamente na realização de um mundo mais humano e fraterno. O homem realiza mais plenamente sua vocação e missão unido aos demais, e, por ser dotado de sociabilidade, suas ações individuais têm reflexo na vida da comunidade.

Leia mais
12/06/2018

Caros amigos, a era atual é marcada por inúmeros avanços tecnológicos, principalmente no campo da comunicação social. O advento da informática estreitou as distâncias entre os homens, o que passou a exigir um novo ordenamento do tempo, a fim de entender, avaliar e responder em instantes cada vez mais rápidos a enxurrada de informações recebidas todos os dias.

Leia mais
05/06/2018

Caros amigos, a doutrina católica ensina que a eucaristia é a fonte e o centro de toda a vida cristã (cf. Catecismo da Igreja Católica, 1324). Os fiéis, pela participação no sacrifício eucarístico, unem-se a Cristo-cabeça em louvor e ação de graças ao Pai por todas as maravilhas realizadas em favor dos homens e, alimentados pelo corpo de Cristo, manifestam visivelmente a unidade do povo de Deus (cf. Lumen gentium, 11; Mediator dei,64-65).

Leia mais
29/05/2018

Caros amigos, o conteúdo da fé cristã não é algo alheio à vida do homem. Deus, em sua infinita bondade, ao revelar-se a si mesmo e manifestar os desígnios de sua vontade aos homens (cf. Ef 1,9), esclarece verdadeiramente o mistério do homem revelando sua vocação sublime de participação no Mistério Trinitário (cf. Gaudium et spes, 22, Dei verbum, 2).

Leia mais
22/05/2018

Caros amigos, na reflexão desta semana faremos memória às palavras proferidas na homilia da santa missa do último domingo, 20, para juntos agradecermos a Deus pelo bicentenário de fundação da cidade de Nova Friburgo. Um momento de júbilo e fraternidade.

Leia mais
15/05/2018

Caros amigos, nesta semana celebraremos o bicentenário da cidade de Nova Friburgo. Quis a divina providência que as comemorações acontecessem na semana em preparação para o Pentecostes, a grande festa do Espírito Santo, aquele que tem a missão de ensinar todas as coisas e recordar tudo o que foi dito da parte do Pai (cf. Jo 14,26).

É o Espírito do Senhor que enriquece e faz frutificar toda ação humana, inclusive a de celebrar. Ele nos faz olhar para o que passou e ver que, tanto nos momentos felizes quanto nos tristes, Deus se faz presente com seu amor e misericórdia.

Leia mais
08/05/2018

Caros amigos, a maternidade é dom precioso de Deus e participação em sua obra criadora (cf. João Paulo II, 12/03/1980). Toda nova vida que se forma no seio materno, é um projeto de Deus Pai e do seu amor eterno. Antes de ser gerada no ventre, está, desde sempre, no coração de Deus e por ele é amada (cf. Amoris laetitia, 168).

Leia mais
01/05/2018

Caros amigos, hoje, 1º de maio, diversos países do mundo comemoram o Dia do Trabalho, mesmo dia em que foi instituído, pelo Papa Pio XII, a Festa de São José Operário.

Em sua labuta diária, José, o carpinteiro de Nazaré, dava testemunho de um homem repleto de virtudes; perfeito exemplo de um trabalhador que compreende a dignidade e a importância do trabalho de suas mãos.

Leia mais
17/04/2018

Caros amigos, ao olhar a beleza da criação, vemos a perfeição do ser que a criou. Ele fez todas as estrelas e demais corpos celestes de imensa grandeza, mundos que nós nem sonhamos poder conhecer e, ao mesmo tempo, a menor de todas as partículas também foi originada a partir do seu ato criador. E todas as coisas criou em harmonia: “eram todas muito boas”, nos diz o relato do Gênesis (cf. Gn 1, 31).

Leia mais
10/04/2018

Caros amigos, “a ressurreição de Jesus é a verdade culminante da nossa fé em Cristo, acreditada e vivida como verdade central pela primeira comunidade cristã, transmitida como fundamental pela tradição, estabelecida pelos documentos do Novo Testamento, pregada como parte essencial do mistério pascal” (Catecismo da Igreja Católica, 638). Quando a vivência cristã perde este centro, as consequências são uma vida vazia de sentido e uma prática religiosa fundada no subjetivismo e alimentada pela espetacularização.

Leia mais