Visita virtual a pacientes internados com coronavírus é é garantida por lei

Benefício está em vigor deste o último dia 1º
sábado, 04 de setembro de 2021
por Christiane Coelho (Especial para a A VOZ DA SERRA)
(Foto: Henrique Pinheiro)
(Foto: Henrique Pinheiro)

Desde a última quarta-feira, 1º, pacientes internados nas UTIs Covid-19 dos quatro hospitais de Nova Friburgo, das redes pública e particular, têm direito a fazer chamadas de vídeo para familiares em seus celulares, sempre que tiver condições de fala, visão ou audição e em comum acordo com a família. Esse direito faz parte de uma nova lei municipal que dispõe sobre a política de humanização no relacionamento de pacientes internados em decorrência da Covid-19 com seus familiares, através da visita virtual, aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito Johnny Maycon (Republicanos).

O projeto de lei foi proposto pelo presidente da Câmara Municipal, o vereador Wellington Moreira (PSL). Segundo ele, em forma de lei, as instituições são obrigadas a disponibilizar um meio para que o contato seja feito, já que é proibida a visita presencial aos pacientes infectados que estão internados. “Hoje, é muito difícil viabilizar o contato com familiares. Essa lei visa que a prefeitura regulamente essa prática, torne viável para todos e estipule horário para que esse contato do doente com a família possa ser feito”, disse o vereador.

Caberão às instituições privadas de saúde a operacionalização e apoio operacional e logístico necessários à implementação desta lei, inclusive a aquisição de equipamentos e contratação de serviços, respeitando, obrigatoriamente, às leis e regulamentos existentes para o uso da internet. Já a implantação, coordenação e acompanhamento do programa, no âmbito das instituições públicas de saúde, ficarão a cargo do órgão competente do Poder Executivo, ou seja, a Secretaria Municipal de Saúde.

Ainda de acordo com a lei, o contato virtual também servirá como canal de comunicação para esclarecimentos dos familiares sobre a evolução clínica e o processo de recuperação do paciente. Além disso, estabelece que as chamadas de vídeo deverão ser realizadas diária e periodicamente, por meio de dispositivo conectado à internet, de forma planejada estabelecendo um fluxo de interação entre a equipe, a família e o paciente. Para tanto, deve-se identificar o familiar responsável, coletando nome completo e um a dois números de telefone, incluindo aplicativos de troca de mensagens instantâneas; além de explicar a rotina de comunicação, horários das visitas virtuais, funcionamento dos boletins médicos e seus horários, fluxo de dúvidas e notícias inesperadas para o responsável principal.

O paciente pode escolher se quer ou não fazer a chamada de vídeo. No entanto, a visita virtual poderá ser realizada mesmo na ocorrência do paciente estar sedado ou que não haja a possibilidade de comunicação efetiva, caso seja este o desejo da família, inclusive para efeitos de despedida, no caso de morte iminente.

Em nota, a Prefeitura de Nova Friburgoinformou que “há um profissional de enfermagem designado para realizar contato, por telefone, com familiares de pacientes internados com Covid-19 no Hospital Municipal Raul Sertã, repassando informações sobre o quadro clínico. Além disso, na ala CTI Covid-19 os pacientes que têm condições clínicas já fazem, através do setor de psicologia da unidade, uma chamada de vídeo com os familiares.”

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: