Vacinação de idosos de 70 a 75 anos começa neste sábado e continua segunda e terça

Para esta faixa etária, prefeitura montou três drive-thrus e pontos de vacinação espalhados pelos bairros, em dias diferentes
quinta-feira, 25 de março de 2021
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Vacinação de idosos em Nova Friburgo (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
Vacinação de idosos em Nova Friburgo (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

Chegou a vez dos idosos de 70 a 75 anos mais se vacinarem contra a Covid-19 em Nova Friburgo. O novo público-alvo foi divulgado pela prefeitura nesta quinta-feira, 22, com a chegada de mais 9.015 doses de Coronavac/Butantan e Astrazeneca/Oxford entregues pelo governo do estado, a maior remessa até agora. 

A vacinação ocorrerá em três dias diferentes: neste sábado, 27, em drive-thru; e na segunda e na terça, 29 e 30, em unidades de saúde do município. Veja o esquema para atender mais faixas etárias nesta etapa e evitar aglomerações:

Sábado, das 10h às 15h, em três drive-thrus montados na cidade:

  • Detran de Duas Pedras (acesso deverá ser feito pela Avenida Engenheiro Hans Gaiser, entrar pela Rua João Pinto de Faria e seguir pela Rua Atalaia);
  • Nova Friburgo Country Clube (acesso pela Praça Marcílio Dias, entrar pela Rua José Tessarollo dos Santos, antiga Baronesa, e seguir pela travessa Eduardo Guinle);
  • Cefet (DER) em  Conselheiro Paulino (acesso pela Avenida Nossa Senhora do Amparo, sentido Conselheiro Paulino, sentido Centro. Neste ponto, não será permitida a formação de fila a partir da Rua Érico Coelho (Rua da Baterias Nova Friburgo). Preferencialmente acessar pela Rua Raul Afonso Melhado (Frisoldas) ou pela interseção de acesso ao Bairro Santo André.

Segunda e terça, das 10h às 15h: postos de Suspiro (Sylvio Henrique Braune), Olaria (Tunney Kassuga), Conselheiro Paulino (Waldir Costa), e Cordoeira (Ariosto Bento de Mello).

Segunda e terça-feira, das 9h às 12h: pontos de vacinação em Centenário, São Lourenço, Campo do Coelho, Conquista, Nova Suíça, Amparo, Riograndina, Terra Nova, Olaria (I, II e III) e São Geraldo (5ª Igreja Batista).

Terça, das 9h às 12h: pontos de vacinação em Lumiar, São Pedro da Serra, Vargem Alta, Stucky, Varginha, Mury, Rio Bonito e São Geraldo.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que, durante o recesso de dez dias determinado pelo governo estadual, de 26 de março a 4 de abril, as unidades de saúde do município estarão abertas somente em dias de vacinação.

Para ser vacinado será preciso levar os seguintes documentos: CPF, CNS (cartão do SUS, normalmente inscrito também no verso do cartão do plano de saúde), identidade e comprovante de residência.

A subsecretária de Vigilância em Saúde, Fabíola Braz Penna, destaca que não há necessidade de as pessoas que não possuírem veículos pegarem táxi carros de aplicativos só para irem a algum drive-thru, pois a imunização estará garantida também nas unidades de saúde dos bairros. Também não será necessário chegar horas antes do horário marcado para o início da vacinação.

 O secretário municipal de Ordem e Mobilidade Urbana, Fabrício Corrêa Medeiros, alerta que, no caso do DER, não será permitida a formação de fila a partir da Rua Érico Coelho (rua das baterias).

A Secretaria Municipal de Saúde destaca sempre que segue todas as diretrizes do Plano Nacional de Imunização (PNI), desenvolvido pelo Ministério da Saúde, e informa ainda que o calendário da vacinação progride conforme o município vai recebendo novas remessas de imunizantes enviadas pelo governo federal, por meio da secretaria de saúde do estado.

LEIA MAIS

No Brasil, estima-se que existam 920 mil pessoas vivendo com o virus HIV

Será aplicada a primeira dose em adolescentes a partir de 12 anos e em adultos a partir dos 18

Desde o início da campanha, 84% das doses recebidas pela prefeitura foram utilizadas em Friburgo

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra