Passa bem cão resgatado por bombeiros de buraco de 5 metros de profundidade

Em outra ocorrência, seriema com linha embolada nas patas também foi salva em sítio por equipes do 6º GBM
sábado, 01 de agosto de 2020
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Um dos bombeiros chega ao fundo do poço, onde estava o cão (Fotos: divulgação 6º GBM)
Um dos bombeiros chega ao fundo do poço, onde estava o cão (Fotos: divulgação 6º GBM)

Uma das corporações mais respeitadas e bem avaliadas pela população em todo ao país, o Corpo de Bombeiros é reconhecido por atuar sempre de forma exemplar em diversas ocorrências. Também admirados em Nova Friburgo, os agentes do 6º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) se notabilizaram pelo brilhantismo em ações como na tragédia climática de 2011 - na qual alguns bravos guerreiros perderam suas vidas para salvar a de terceiros -, em incêndios, acidentes automobilísticos e outros.

No entanto, nesta sexta-feira, 31, uma equipe do 6º GBM ganhou notoriedade por um resgate mais "simples", porém não menos honroso e importante. Acionados por populares, eles resgataram um cão que havia caído em um buraco de aproximadamente cinco metros. Apesar do susto, o cão passa bem. A informação foi divulgada pelo próprio Corpo de Bombeiros, na página oficial do 6º GBM no Instagram (@6gbm_cbmerj). Confira abaixo o relato da ocorrência:

“’Negão", como é conhecido na rua onde mora, caiu a uma profundidade de cerca de cinco metros nesse buraco na mata. Com fome, frio e dor latia na esperança de alguém ouvi-lo. Por sorte, populares ouvindo seu chamado, foram verificar e descobriram o problema. Ligaram para o 6° GBM e nossos militares foram prontamente atendê-lo. Feliz, está sob cuidados dos moradores e voltou a brincar em sua rua. Parabéns aos militares envolvidos no socorro”.

O resgate ocorreu na Estrada Granja Spinelli, na altura do número 2.086. A ação, que foi conduzida pelos bombeiros ASP Immediato, subtenente  Carlos, sargento Leal, sargento Rogério e CB Júnior, está repercutindo e rendendo inúmeros elogios à corporação nas redes sociais:

“Tadinho. Que bom que temos anjos como vocês, que guardam e protegem a todos”, comentou uma seguidora. “Parabéns. Os animais merecem o mesmo (ou mais) apoio de todos nós”, disse outro.

Seriema também foi resgatada

Em outra ocorrência do 6º GBM, uma seriema foi resgatada em um sítio pelo dono do local e encaminhada ao quartel friburguense, já que estava com uma longa linha embolada em suas patas, o que dificultava seu deslocamento e estava gerando lesões na ave. Os militares de serviço realizaram um trabalho meticuloso para liberá-la das amarras sem lesionar suas patas. Por fim, o animal foi devolvido ao homem que o resgatou e solto na natureza.

 

 

 

 

LEIA MAIS

Questionada por A VOZ DA SERRA, 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva notificará Meio Ambiente sobre destino de 55 cães e 40 gatos

Restam 55 cães em sítio no Amparo; 20 gatos já foram resgatados e outros 20 permanecem no local

Cuidadora adoece e dezenas de cães e gatos precisam de adoção urgente em Friburgo

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: PET