Marcada para 2 de maio licitação das obras de conclusão do Hospital do Câncer

Projeto está estimado em R$ 51 milhões, diz Johnny Maycon
sexta-feira, 25 de março de 2022
por Jornal A Voz da Serra
O Hospital do Câncer abandonado (Arquivo/ Henrique Pinheiro)
O Hospital do Câncer abandonado (Arquivo/ Henrique Pinheiro)

O prefeito Johnny Maycon anunciou na manhã desta sexta-feira, 25, que será no dia 2 de maio a licitação das obras de conclusão do Hospital do Câncer, estimadas, segundo ele, em R$ 51 milhões.

Na última quarta-feira, o governador Cláudio Castro garantiu  que Nova Friburgo terá o sonhado Hospital  do Câncer. "Vai ter hospital", disse ele em um encontro com políticos, entre eles o vereador José Roberto Folly (PSC), presidente da Amaps (Associação de Moradores e Amigos da Ponte da Saudade) e um dos maiores defensores do projeto de retomada das obras.

"O projeto já está na Procuradoria Geral do Estado. Saindo da PGE, o edital da nova licitação será lançado para que empresas se apresentem e as obras sejam retomadas e concluídas", postou Folly em rede social na época.

Em novembro passado,  uma equipe da Subsecretaria estadual de Projetos e Obras, acompanhada do vereador, fez uma vistoria no local onde, há anos, funcionou o Centro Adventista de Vida Saudável (Cavs). Na época, o subsecretário de Projetos e Obras do Estado,  Pedro Ramos, disse que as obras começariam em fevereiro de 2022. "Os estudos para dar continuidade à construção do hospital estão concluídos e o orçamento já foi definido. Estamos trabalhando na montagem dos processos licitatórios dos custos, com previsão de publicação de edital em janeiro e início das obras em fevereiro de 2022”, afirmou. 

Friburgo sonha com a unidade oncológica desde 2012, quando o então governador Sérgio Cabral assumiu o compromisso de entregar a Nova Friburgo o hospital. A Emop (Empresa de Obras Públicas do Estado) chegou a iniciar as obras, com previsão de conclusão em 2014. Em abril de 2015, outro governador, Luiz Fernando Pezão, também prometia concluir a obra, o que nunca foi feito. Sem o Hospital do Câncer, já são dez anos de  peregrinação de friburguenses  até Teresópolis ou o Rio para fazer o tratamento da doença.

LEIA MAIS

Em relação a julho, casos de Covid aumentam na 1ª semana, embora com menos mortes e internações; em um ano foram 13 mil casos e 211 mortes

Motivo é a celebração do Dia dos Pais no próximo domingo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: saúde | Governo