Incêndio destrói outra churrascaria em Mury

Segundo testemunhas, fogo teve início por volta das 5h, quando não havia ninguém no estabelecimento
segunda-feira, 23 de maio de 2022
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
A Tango e Carnes em chamas (Reproduções da web)
A Tango e Carnes em chamas (Reproduções da web)

Um incêndio de grandes proporções destruiu totalmente na manhã desta segunda-feira, 23, a churrascaria Tango e Carne, na RJ-116, em Mury. Segundo testemunhas, o fogo teve início por volta das 5h, quando não havia ninguém no estabelecimento.

As chamas chamaram a atenção de vizinhos. Várias viaturas do 6º GBM foram mobilizadas, assim como o 11º BPM. Não há ainda informações oficiais sobre o ocorrido. O imóvel já estava tomado pelo fogo quando as primeiras viaturas chegaram. A Defesa Civil Municipal está avaliando as condições da estrutura do imóvel.

Não é a primeira tragédia a abalar a história do restaurante.  Em maio de 2021, um dos sócios, de 60 anos, foi encontrado morto no Rio Macacu, no trecho de serra da RJ-116. O carro que ele dirigia saiu da pista e caiu ribanceira abaixo, na localidade de Boca do Mato, um dia antes. Ele ficou cerca de 24 horas desaparecido.

Em 2016, na véspera do Natal, um  incêndio também destruiu uma churrascaria na RJ-116, em Mury.  De acordo com as primeiras informações, o incêndio teria começado na cozinha, nos fundos do prédio, por volta das 10h40 da manhã de 24 de dezembro. Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo demorou pouco mais de 15 minutos para ser controlado. Não houve vítimas.

Veja mais fotos do incêndio na Tango e Carne na galeria abaixo.

 

LEIA MAIS

Enquanto cerejeiras florescem, em um dos mais belos espetáculos da estação, fogo consome as matas com a longa estiagem

Cerca de 20 animais morrem e 24 são resgatados vivos, sendo 18 filhotes que serão disponibilizados para adoção

Ação visa a evitar o perigo a que a população vem sendo submetida após recentes incêndios

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: fogo