Hideraldo Santarém é eleito e fará o segundo mandato no Roqueno

Tradicional clube de Olaria mantém atividades e faz novos projetos para os próximos anos
quarta-feira, 11 de maio de 2022
por Vinicius Gastin
 Com história no Roqueano, Friburguense e Caledônia, Hideraldo irá para o segundo mandato à frente do clube
Com história no Roqueano, Friburguense e Caledônia, Hideraldo irá para o segundo mandato à frente do clube

Um dos tradicionais clubes sociais de Nova Friburgo, o Roqueano Social Clube elegeu seu novo presidente para o próximo biênio (2022/2024), durante pleito promovido no último domingo, 8, na sede do clube, na Via Expressa, no bairro Olaria. Os sócios beneméritos e os proprietários em dia com as obrigações estatutárias estavam aptos a votar. Hideraldo Santarém, candidato único, foi eleito por unanimidade pelos 41 votantes, e irá para o seu segundo mandato na história. Ele esteve à frente do Roqueano entre 1996 e 1998, liderando a reconstrução do espaço após as enchentes de dezembro de 1995.

Com o irmão Dênis Santarém (também ex-presidente) na vice-presidência e boa parte do grupo que administra o clube atualmente na diretoria, não é difícil imaginar que há potencial para deixar saldo e legado positivos. No próximo sábado, 14, por exemplo, Hideraldo fará a sua festa de 60 anos de idade no Roqueano, e serão inúmeros amigos e familiares presentes. Um momento para celebrar a aprovação durante o pleito e mostrar, através da amizade, que a união será um ingrediente importante para fazer o “Clube da Família” progredir.

“Participei de vários clubes, adquiri experiências, fui presidente do Roqueano, administrador no Caledônia Montanha Clube e diretor financeiro e social do Friburguense Atlético Clube. Temos uma situação financeira boa. O trabalho realizado nas últimas duas gestões nos colocou numa situação estável financeiramente. Na pandemia, a diretoria concedeu um desconto na taxa de conservação de 30%, e mesmo assim continuamos com nossas contas em dia. Pretendo dar segmento e melhorar as arrecadações”, resume o presidente eleito.

Desafios

Além da história nos anos 90, Hideraldo Santarém é atuante na administração do Roqueano nos últimos cinco anos. Fez parte das diretorias que, há pelo menos cinco anos, mantém as finanças equilibradas e a manutenção em dia. “Pretendo, junto com a diretoria do clube, melhorar tanto a parte da infraestrutura como também a área social. Sei que não será fácil, devido a situação econômica do país, mas acredito que, com a colaboração dos sócios, conseguiremos”, aposta Hideraldo.

Dirigir um clube social nos tempos atuais não é fácil. Com a manutenção cada vez mais cara e as dificuldades de se manter um quadro associativo atuante e adimplente, fazer receitas e atrair novos associados exige, no mínimo, bastante criatividade. O novo presidente aposta em melhorias para conseguir cativar os sócios e trazer novos sócios para o Roqueano.

“Tenho em mente alguns projetos que serão apresentados à minha diretoria. Eles, com certeza, trarão melhorias ao nosso clube, principalmente no parque aquático, no campo de futebol society e na quadra de futevôlei. Também vamos desenvolver, com certeza, a área social”, prevê.

Nos últimos anos, os bailes têm sido importantes para manter o clube financeiramente, principalmente os já tradicionalmente promovidos às sextas-feiras. Algo que Hideraldo pretende manter e ampliar. “A área social é muito importante e tem um ditado que diz “Em time que está ganhando não se mexe”. O baile de sexta-feira já é tradicional e continuará. Temos alguns outros eventos que iremos tentar colocar em prática, como festas juninas ou julinas, Festa da Primavera, Baile do Havaí, Festival de Queijos e Vinhos e outros mais”, enumera.

Mesmo em meio ao cenário desafiador, ainda há espaço para grandes projetos. O principal deles é a utilização da energia solar, que pode trazer uma economia interessante aos cofres do clube no decorrer dos próximos anos. “A grande obra está sendo realizada na atual gestão é a implantação da energia solar, um grande investimento que trará uma economia enorme para o clube daqui a quatro anos, mas vale a pena. Com relação ao nosso campo de futebol society, pretendemos fazer algumas melhorias na iluminação e corrigir a drenagem. Não temos no momento a pretensão de colocar grama sintética”, revela.

No próximo dia 21, o Roqueano vai ganhar mais um espaço importante em suas dependências. Na ocasião, será inaugurada a Sala de Troféus do Roqueano e da  Torrington, aproveitando diversos materiais da antiga e histórica fábrica do bairro Olaria. A integração com as demais instituições e clubes é também uma meta da nova gestão.

“A Sala de Troféus Roqueano/Torrington foi planejada na atual gestão, sempre apoiei a ideia e acho que o presidente foi muito feliz com a concretização do projeto. Nós estamos resgatando histórias fantásticas vividas por essas duas instituições marcantes no bairro Olaria. Tenho vários amigos que trabalharam na empresa. Acredito que a integração entre os clubes trará benefícios para todo mundo”, aposta Hideraldo.

O clube

O Roqueano nasceu a partir da paixão de um grupo de amigos por futebol, que disputava a terceira divisão do futebol amador da cidade. Parte da atual sede foi comprada no início dos anos 80, e a construção do clube aconteceu de forma gradativa.

Fundado em 13 de maio de 1953, o nome foi inspirado na Igreja de São Roque. Ainda quando funcionava próximo ao antigo Cinema São Clemente, o clube ficou famoso pelos bailes. Pouco tempo depois, o Roqueano mudou-se para um terreno ao lado do Colégio Municipal Dermeval Barbosa Moreira, também em Olaria, onde durante anos funcionou uma fábrica de calçados.

Parte da atual sede foi comprada no início dos anos 80. O clube permanece na Avenida José Pires Barroso, a Via Expressa, e mantém uma boa piscina, campo de futebol society, quadra de areia, salão de baile, bar e restaurante, espaço para churrascos, saunas masculina e feminina e salão de jogos.

Além disso, tem também salão de festas (alugado também para não sócios), com capacidade para 400 pessoas e entrada independente pela Via Expressa. O Roqueano funciona de terça-feira a domingo.

 

LEIA MAIS

Até agora, nas cinco partidas que deram início à segunda rodada da Taça Santos Dumont, quem jogou em casa não conseguiu vencer

Técnico Andreotti ganha novas alternativas para montar o time na Série A2

Falta ritmo à equipe de Andreotti ao enfrentar o Volta Redonda

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: futebol