Frizão recebe o América em jogo de estreia no Grupo X

Participação nesta fase do Carioca pode selar a permanência do clube na Seletiva Estadual para 2021
sábado, 18 de janeiro de 2020
por Vinicius Gastin
Após a primeira vitória, Frizão mira boa sequência para se afastar dos riscos da Série B1(Fotos:Paola Coimbra / Jornada Interativa)
Após a primeira vitória, Frizão mira boa sequência para se afastar dos riscos da Série B1(Fotos:Paola Coimbra / Jornada Interativa)

Depois de uma semana de muito trabalho, o Friburguense volta a campo neste sábado, 18, e inicia mais uma etapa importante dentro do Campeonato Carioca de 2020. Agora na disputa do Grupo X, o Tricolor da Serra terá seis partidas que podem selar a permanência do clube na fase Seletiva Estadual para 2021. A primeira delas será contra o América, às 15h, no Eduardo Guinle. Os ingressos são vendidos nas bilheterias do estádio, a preços que variam entre R$ 10 (descobertas) e R$ 20 (sociais).

“Creio que temos manter esse trabalho que fizemos até aqui, entrando ainda mais focados nos jogos. Jogar como jogamos contra o Americano, com muita disposição e vontade. A gente espera continuar nessa crescente para conseguir as vitórias e permanecer na primeira divisão, já nesse Grupo X. Voltar a jogar bem e encontrar o caminho da vitória eleva a moral para os próximos jogos. Vamos buscar corresponder dentro de campo”, resume o lateral Ricardo.

Neste momento da competição, quatro equipes vão se enfrentar, em turno e returno, e dentre elas uma vai escapar da Série B1 Estadual. As três que restarem vão formar o Grupo Z, onde mais dois times se livram do descenso e se mantêm na Seletiva para o Carioca de 2021. Depois de um início irregular, o Tricolor da Serra reencontrou o bom futebol nas últimas partidas, e diante do Americano, venceu o seu primeiro jogo.

Apesar de a pontuação zerar para a nova fase, as apresentações recentes mostram que o Frizão recuperou o encaixe. "Vamos dar sequência ao nosso trabalho. Lógico que a nossa intenção era estar na fase principal, e nós trabalhamos muito para isso, fizemos uma boa pré-temporada e bons amistosos. Infelizmente, nas três primeiras partidas as coisas não aconteceram. Não que a gente tenha jogado mal. Estou feliz porque, principalmente nesses dois últimos jogos, nós conseguimos resgatar o que é a nossa equipe. Um grupo aguerrido, fica com a bola, tem coragem pra jogar", avalia o técnico Cadão.

Após a estreia contra o América, no Eduardo Guinle, o Frizão viaja para enfrentar o Nova Iguaçu e recebe o Americano. No returno, o caminho será inverso: o Tricolor vai ao Rio de Janeiro enfrentar o América, recebe o Nova Iguaçu na serra e pega novamente a estrada para encarar o Americano. "Espero que nessa fase do Grupo X o nosso time possa repetir aquilo que sabe fazer, para termos um bom desempenho e pelo menos manter o Friburguense na Seletiva do ano que vem", finaliza o treinador.

Os encontros com adversário desta primeira rodada têm sido constantes nesses últimos meses. Na Série B1, por exemplo, o Friburguense foi campeão da Taça Corcovado e da competição geral exatamente contra o América. No último dia 8, recebeu o alvirubro em Nova Friburgo pela Seletiva, dominou o jogo, mas parou no goleiro Deola, que garantiu o 0 a 0.

Se o Tricolor da Serra está em ascensão, o time carioca vem na decrescente, e após ser goleado pelo Nova Iguaçu por 4 a 0, no último final de semana, demitiu o técnico Ney Barreto. Álvaro Gaia é a aposta do Macão para a sequência da competição.

Sem erros

Em pouco tempo, Raniel conquistou o seu espaço e se tornou uma das peças importantes do técnico Cadão no Friburguense. Contratado para a disputa da Série B1 de 2019, o zagueiro, que também atua como volante em algumas partidas, tem se destacado pela regularidade e pelos gols marcados em momentos decisivos. Foi dele, por exemplo, o tento contra o Goytacaz em Nova Friburgo, selando o retorno do Tricolor à Série A Estadual, na fase seletiva.

No último sábado, Raniel voltou a balançar as redes, e foi o autor do gol da vitória por 1 a 0 contra o Americano. "Nós vínhamos até de jogos bons, mas ainda não havíamos vencido no campeonato. Essa vitória nos põe em total condição de se manter na Seletiva para o ano que vem. Precisamos ter mais atenção aos detalhes, pois um deles pode decidir uma partida. Cada jogo é decisivo", disse.

A evolução do Friburguense nos últimos jogos, recuperando a competitividade observada durante a campanha do título da Série B1, renova as esperanças de time e torcida, mas também deixa a sensação de que o Frizão poderia ter ido mais longe. Nada capaz de tirar o foco nos novos objetivos da equipe na competição.

"Fica sim essa sensação, pois desde o início nós planejamos o trabalho para poder subir para a fase principal. Não conseguimos os resultados para esse objetivo, mas temos que virar a chave e focar no Grupo X, que é a nossa nova competição", completou.

2ª rodada - Grupo X:
Sábado, 18 - 15h
Friburguense x América, Eduardo Guinle
Americano x Nova Iguaçu, Antonio Medeiros

Tabela do Frizão - Grupo X
18/jan - Sáb - 15h - Friburguense x América, Eduardo Guinle
25/jan - Sáb - 15h - Nova Iguaçu x Friburguense, Laranjão
05/fev - Qua - 15h - Friburguense x Americano, Eduardo Guinle
08/fev - Sáb - 15h - América x Friburguense, Giulite Coutinho
15/fev - Sáb - 15h - Friburguense x Nova Iguaçu, Eduardo Guinle
19/fev - Qua - 15h - Americano x Friburguense, Antonio Medeiros

LEIA MAIS

Testes de avaliação técnica acontecem neste sábado e no próximo

Partida que abriu o fim de semana reuniu os estreantes Nilo Martins e Roma

Sub-15, Sub-17 e juniores jogam a primeira divisão; Sub-20 começa em março e termina em novembro

  • Camisa 10 e capitão da equipe, Jorge Luiz comanda o meio-campo tricolor contra o América

    Camisa 10 e capitão da equipe, Jorge Luiz comanda o meio-campo tricolor contra o América

  • Tricolor volta a jogar em casa, e reencontra adversário tradicional nesses últimos meses

    Tricolor volta a jogar em casa, e reencontra adversário tradicional nesses últimos meses

  • Técnico Cadão vibra com o crescimento da equipe e resgate do espírito de 2019

    Técnico Cadão vibra com o crescimento da equipe e resgate do espírito de 2019

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra