Festival de Inverno virtual começa nesta quarta

Serão cinco dias com muita música clássica, popular e jazz, além de ações educacionais
terça-feira, 04 de agosto de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Pedro Friedrich é uma das atrações (Reprodução da web)
Pedro Friedrich é uma das atrações (Reprodução da web)

O tradicional Festival de Inverno de Nova Friburgo será realizado virtualmente este ano devido à pandemia do coronavírus. Com isso, o evento poderá ser prestigiado desta vez pelo público de todo o país. Serão cinco dia com uma programação diversificada de música clássica, MPB e jazz, além de ações educacionais para a criançada e conteúdo didático para músicos em formação.

O projeto visa criar conexões e redes entre artistas de diferentes instituições, criando um ambiente propício para a troca de experiências, além de explorar o papel essencial que a internet e suas conexões digitais possuem no mercado de cultura e economia criativa. O evento, organizado pela Dellarte, contará com mais de 80 atrações, que começam nesta quarta-feira, 5 e terminam no domingo, 9, e vai ocorrer das 10h às 23h. A programação completa do festival pode ser conferida no link https://www.dellarte.com.br/programacao-e-ingressos/festival-de-inverno-online#!tab_next_events

A programação:

10h às 12h: Meu primeiro festival online

  • 05/08 - Historietas Encantadas, Rodrigo Santana, Céu na Terra
  • 06/08 - Juliana Fecher, Deivid Preceito, Bruno Descaves
  • 07/08 - Rane Bessa, Claudio Paolino, Marcelo Caldi
  • 08/08 - Flavia Justen, Kiko Menezes, Teatro Circense Andanças, O Menino Balão
  • 09/08 - Raízes Históricas, Trupeniquin, Farra de Brinquedos
  • 12h às 13h: Concertos ao meio-dia
  • 05/08 - Patrick Rodrigues, Felipe Naim
  • 06/08 - Octeto de cordas do Festival de Música de Barra Mansa, Patricia Glatz (piano) com OSBM (regência Daniel Guedes)
  • 07/08 - Ligia Moreno, João Elias e Duo Vivace
  • 08/08 - BlimBlemBlom
  • 09/08 - Aleyson Scopel e Gabriela Queiroz

13h às 15h: Da Serra 

  • 05/08 - Mano a Mano, Pedro Friedrich, Duo Tocata
  • 06/08 - saudade, Tatila Krau, Tom de Amô
  • 07/08 - Sanny Oliver, Manu Cordeiro, Mônica Campos
  • 08/08 - Gabriel Silva, Helo!, Breno Morais
  • 09/08 - Mayara Ferreira, André Amon, Duo João e Maria

15h às 16h: Diálogos musicais

  • 05/08 - Webinar - Posicionamento do músico no meio digital: marketing digital, redes sociais e distribuição / Participantes: Jacques Figueras (O Assunto é Produção), Marina Mattoso (Jangada) e Maurício Bussab (Tratore)
  • 06/08 - Videos Educacionais (OSB) "bate-papo introdutório sobre instrumentos de orquestra: violino, trompa, fagote, contrabaixo e trombone" 
  • 07/08 - Piano sem Fronteiras: André Mehmari, Claudio Dauelsberg, Cristian Budu e Sergio Monteiro

 16h às 18h: Dellarte Internacional

  • 05/08 - Antonio Gades, OSB, Ara Malikian e Rebekka Hartmann
  • 06/08 - Cia Kafig, Kolner Akademie
  • 07/08 - Malandain Ballet Biarritz, Ara Malikian, Riopy
  • 08/08 - Maria Mages, American Pianists Association e OSB
  • 09/08 – Xi’ an Acrobatic Troupe, Homecoming after the war, Tha Joy of Torch Festival com Wang Yin, Zhejiang Chinese Orchestra, Russian String Orchestra, Boris Eifman Ballet, Interpreti Veneziani

 18h às 20h: Concertos a luz de velas 

  • 05/08 - Marco Aurelio Lischt, participação Carolina Faria / Sergio Monteiro
  • 06/08 - Duo Iara, Sylvia Thereza e Judith Ermert, Trio Aquarius
  • 07/08 - Duo Halasz, Katia Balloussier e José Hue, Duo Ceccato e Bechemin
  • 08/08 - Cristian Budu e ópera Festim em Tempos de Peste - Cesar Cui
  • 09/08 - Cristina Braga e Ricardo Medeiros, Geisa Felipe e Luis Leite, Daniel Guedes e Cristiano Vogas

 20h às 22h: Brasil brasileiro 

  • 05/08 - Ana Costa e João Bosco
  • 06/08 - Edu Krieger e Roberta Sá
  • 07/08 - Luana Carvalho e Zé Renato
  • 08/08 - João Cavalcanti e Aurea Martins
  • 09/08 - Pedro Miranda e Joyce Moreno

 22h às 23h: Jazz all nights 

  • 05/08 - PianOrquestra e Mestrinho
  • 06/08 - Andre Mehmari
  • 07/08 -  Camille Bertault e Claudio Dauelsberg
  • 08/08 - Pipoquinha e Pedro Martins
  • 09/08 - Taryn Szpilman e Marcelo Martins

* Maiores detalhes da programação podem ser conferidos no site (https://www.dellarte.com.br/programacao-e-ingressos/festival-de-inverno-online#!tab_next_events)


A história do Festival

Os Festivais de Inverno da região serrana foram criados em 1998 em um projeto pioneiro do Instituto Dellarte no Estado do Rio de Janeiro. Reforçando o objetivo principal de interiorização da cultura, abrindo também, caminhos para que novos festivais fossem posteriormente criados.

Nestes 18 anos de história, grandes artistas, orquestras, balés e solistas nacionais e internacionais se apresentaram. No âmbito educacional, foram mobilizadas escolas das comunidades em parceria com as Secretarias de Educação das cidades em prol de ações especiais como “O Festival Vai à Praça”, onde revelaram inúmeros talentos locais. Ao longo desses anos, portanto, os festivais de inverno possibilitaram uma porta de entrada para artistas da nova geração, seja na música clássica, na dança ou nas artes cênicas.

Os Festivais de Inverno vêm dinamizando a vida artística e cultural dos municípios serranos, privilegiando os artistas locais em conjunto com os moradores e impulsionando a economia através da arte.

 

LEIA MAIS

Nebulosidade possivelmente frustrará observação de meteoros do cometa Halley, prevista para a madrugada desta terça

Objetivo foi discutir melhorias administrativas e operacionais nas unidades de Teresópolis, Friburgo e Paracambi, no contexto das chuvas de verão

Entenda o que provocou o bloqueio atmosférico conhecido como “bafo do dragão” que contribuiu para temperaturas altas recordes no início desta primavera

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: festival | evento | Clima