Bairro Ypu: banheiro abandonado, quadra sem reforma e moradores de rua

Moradores e trabalhadores do entorno reclamam de desleixo no local e querem solução para problemas que se arrastam há pelo menos uma década
sexta-feira, 20 de março de 2020
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)

 

Tema de diversas reportagens em A VOZ DA SERRA, um banheiro público no bairro Ypu, sob o Viaduto Geremias de Mattos Fontes, é motivo de reclamações há pelo menos uma década em Nova Friburgo. Literalmente abandonado por diversos governos, o local está completamente imundo, repleto de lixo de todos os tipos, roupas, urina e até fezes, um problema de saúde pública e de assistência social, já que o local é bastante frequentado por pessoas em situação de rua.

Localizado bem próximo a igreja de São Bento e ao lado de um ponto de caminhões à frete, os trabalhadores do entorno não aguentam mais tanta sujeira e descaso e pedem uma solução para esse antigo problema. Alcineu trabalha ali há cerca de 50 anos e chegou a se emocionar falando das mazelas do local: “Há anos esse banheiro está nesse estado deplorável. É uma coisa triste porque todo mundo aqui depende dele, mas não podemos utilizá-lo. Esse trecho é a entrada da cidade e está uma lástima. É uma vergonha. De madrugada fazem de tudo aqui. Isso não está certo. É um absurdo. Venha dar uma olhadinha nisso, senhor prefeito. A cidade não merece isso”, desabafou Alcineu.

Construído no governo da prefeita Saudade Braga, o espaço funcionou por algum tempo de maneira satisfatória, mas depois ficou largado, segundo revelou Claudio Huguenin, outro caminhoneiro do ponto de frete: “Quando esse banheiro foi construído tinha um rapaz que tomava conta. Mas depois isso ficou largado desse jeito. De vez em quando o Corpo de  Bombeiros vem aqui e lava tudo, porque fica um cheiro terrível, ninguém consegue nem passar perto. Até roubos estão ocorrendo aqui devido a esse abandono. A gente trabalha aqui o dia todo, e não temos sequer um banheiro para utilizar”, disse.

Opinião compartilhada por José Carlos Carriello, que herdou a profissão do pai e trabalha no ponto desde os 12 anos de idade: “Não temos um banheiro decente, água, nada. A gente apela por um banheiro, com tanque, torneira para podermos lavar as mãos pelo menos. Trabalhamos aqui todos os dias e não temos estrutura nenhuma”, contou. Alguns já não criam nem mais expectativas com relação a revitalização do espaço, como é o caso do Alberto, outro caminhoneiro: “Não tenho nem mais esperança de ver esse banheiro funcionando novamente. Melhor demolir do que deixar nesse estado, mesmo ele fazendo muita falta pra gente que trabalha aqui”, revelou o trabalhador.

Banheiro não é o único problema

Bem ao lado do banheiro, outro problema, este de assistência social. Para evitar que pessoas em situação de rua utilizassem o local como abrigo, há alguns anos pedras foram afixadas no chão, porém, mesmo assim, o local continua sendo frequentado, como constatado pela equipe de A VOZ DA SERRA. Roupas, cobertores e muito lixo estão espalhados pelo local, o que acaba atraindo ratos, baratas e moscas, deixando essas pessoas numa condição sub-humana. 

Quadra também carece de manutenção

Separada apenas por uma pequena ponte metálica do banheiro público abandonado e do local que serve de abrigo para pessoas em situação de rua, está a quadra de esportes do bairro, outro espaço que necessita de melhorias. As grades estão completamente esburacadas. As paredes pichadas, descascando e com a ameaça de cair. As balizas estão repletas de ferrugem e uma delas está amarrada com arame para não tombar, um risco iminente para quem frequenta o local. Além disso, as tabelas de basquete nem existem mais, sobrou apenas a estrutura metálica que as sustentava.

O que diz a prefeitura

Procurada por A VOZ DA SERRA para comentar a situação de abandono do banheiro público e o que poderia ser feito para resolver o problema; e indagada se está prevista uma reforma da quadra de esportes do bairro; até o fechamento desta edição a Prefeitura de Nova Friburgo não havia se pronunciado.

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: