Adultos de 38 a 43 anos serão vacinados entre esta segunda e quinta

Xepa da vacina contra a Covid-19 foi liberada em qualquer ponto de vacinação de Friburgo
sexta-feira, 16 de julho de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Adultos de 38 a 43 anos serão vacinados entre esta segunda e quinta

Dando prosseguimento à campanha de vacinação contra a Covid-19 em Nova Friburgo, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Subsecretaria de Atenção Básica, já definiu o calendário de aplicação da primeira dose de toda a população friburguense acima de 18 anos. O cronograma vai até 10 de agosto. Desta segunda-feira, 19, à próxima quinta-feira, 22, a vacinação vai beneficiar a população entre 38 e 43 anos. Adultos de 44 anos ou mais, idosos e doentes crônicos já foram contemplados, mas quem perdeu a data da vacinação de sua faixa etária deve procurar os postos de vacinação.    

Nesta segunda-feira, 19, é a vez de quem tem 42 e 43 anos receber a primeira dose do imunizante. Já na terça, 20, os friburguenses com 40 e 41 anos receberão a vacina. Na quarta-feira, 21, será a vez dos adultos de 39 anos, e na quinta-feira, 22, a idade contemplada será 38 anos.

A vacinação acontecerá das 9h às 15h, nos ginásios poliesportivos Alberto da Rosa Pinheiro (Pastão), no distrito de Conselheiro Paulino e João Antunes Nogueira (Bieca), no bairro Cordoeira; na quadra da escola de samba Imperatriz de Olaria, n Rua Vicente Sobrinho, no bairro Olaria, e na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), quefunciona na Fábrica Filó, no bairro Vila Amélia. A aplicação da primeira dose também será oferecida nas unidades do programa Estratégia de Saúde da Família (ESF), também das 9h às 15h, de Centenário, São Lourenço, Campo do Coelho, Conquista, Nova Suíça, Amparo, Riograndina, Lumiar, São Pedro da Serra, Vargem Alta, Stucky, Varginha, Mury, Olaria (I, II e III) e São Geraldo. É importante ressaltar que é obrigatória a apresentação do RG, CPF, cartão do SUS e comprovante de residência. 

Calendário completo

Julho

  • Segunda, 19: adultos de 42 e 43 anos

  • Terça, 20: 40 e 41 anos

  • Quarta, 21:  39 anos

  • Quinta, 22: 38 anos

  • Segunda, 26: 36 e 37 anos

  • Terça, 27: 34 e 35 anos

  • Quarta, 28: 33 anos

  • Quinta, 29: 32 anos

  • Sábado, 31: Dia D, destinado às pessoas de 28, 29, 30 e 31 anos

Agosto

  • Segunda,  2:  26 e 27 anos

  • Terça, 3: 24 e 25 anos

  • Quarta, 4: 23 anos

  • Quinta, 5: 22 anos

  • Segunda, 9: 20 e 21 anos

  • Terça, 10: 18 e 19 anos


Xepa da Covid liberada em qualquer ponto de vacinação

A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Friburgo, através da Subsecretaria de Atenção Básica, descentralizou a "xepa" de vacinas contra a Covid-19 do posto de saúde Sylvio Henrique Braune. A responsabilidade agora passa a ser de cada Unidade Básica e cada Estratégia de Saúde da Família. 

A xepa da Covid-19 são doses remanescentes de cada frasco que são utilizadas no final de cada dia de vacinação para aplicação em quem chegar à unidade independente da idade contemplada naquele dia. Ou seja, após um dia de vacinação, os restos de imunizantes que sobram em cada vidro aberto são aspirados e formam outras doses, sem uma  quantidade fixa por dia.

O Conselho Nacional dos Secretários Municipais de Saúde (Conasems) dá autonomia às prefeituras para decidirem em quem vão aplicar essas doses. Podem convocar pessoas por telefone ou distribuir para as pessoas que aguardam nas filas.

No caso de Nova Friburgo, a partir de agora essas doses serão aplicadas em quem estiver aguardando nos pontos de vacinação daquele dia. Vale ressaltar que isso não significa que é necessário aglomerar e realizar filas longas nas unidades, tendo em vista que é uma quantidade pequena e incerta de doses de xepas que são aplicadas por dia.

A importância de tomar a segunda dose 

A Prefeitura de Nova Friburgo, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, alerta a população sobre a importância de quem já tomou a primeira dose das vacinas contra a Covid-19 retornem aos pontos de vacinação para a aplicação da segunda dose, caso esteja na data ou tenha passado o prazo. 

Quem estiver com o prazo vencido para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 basta procurar o ponto de vacinação mais próximo e levar os documentos de identificação, além do cartão que comprove a aplicação da primeira dose.

A maioria das vacinas utilizadas contra a Covid-19 são aplicadas em duas doses. CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer são vacinas que fazem parte do Programa Nacional de Imunizações (PNI) e são aplicadas em duas doses, em intervalos diferentes, para que o esquema vacinal seja completo. A única exceção, até o momento, é o imunizante Janssen, desenvolvido pela Johnson&Johnson, que utiliza apenas uma dose. 

Os estudos das vacinas foram feitos com a imunização em duas doses. Ou seja, a eficácia prometida pelas empresas foi determinada a partir dos testes com duas aplicações. Além de aumentar a proteção, a segunda dose ajuda a prolongar essa proteção.

Mesmo fora do prazo é preciso completar a imunização para obter uma boa resposta imune. A vacina não protege só quem se vacina, ela cria uma barreira na comunidade, diminuindo as possibilidades de alguém se infectar. Quem só tomou uma dose da vacina corre mais risco de se infectar, em comparação com pessoas que completam o esquema vacinal. Com mais vírus circulando, cresce a chance de surgir novas variantes, como a Delta que já tem casos registrados no Rio de Janeiro.

 

LEIA MAIS

Atenção para os dias de aplicação, que variam conforme o imunizante

Ginecologista e obstetra Danielle Cervinho assume o cargo. Cassane pede demissão do Raul Sertã

Estado já iniciou distribuição de mais 495.260 doses para todos os municípios fluminenses

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra