A VOZ DA SERRA adere a campanhas do agasalho em Nova Friburgo

Jornal recebe em sua nova sede, no Espaço Arp, doações para ajudar grupos de voluntários e entidades que trabalham por pessoas carentes
sexta-feira, 09 de julho de 2021
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Casas de extrema vulnerabilidade à beira do Rio Santo Antônio, em Debossan (Fotos: Cruz Vermelha de Friburgo)
Casas de extrema vulnerabilidade à beira do Rio Santo Antônio, em Debossan (Fotos: Cruz Vermelha de Friburgo)

Sensibilizado com o trabalho de grupos de voluntários e de várias entidades que, todos os anos, tentam amenizar o sofrimento de indivíduos e famílias com o frio que faz em Nova Friburgo, o jornal A VOZ DA SERRA resolveu aderir às campanhas do agasalho em curso na cidade. A partir desta segunda-feira, 12, leitores e seguidores podem deixar cobertores, roupas de lã, meias, fardos de água mineral e kits de higiene pessoal como creme dental, escova de dentes, sabonetes, papel higiênico e barbeadores no novo endereço da redação: o Espaço Arp,  salas 108 e 110 do bloco 10, na Avenida conselheiro Julius Arp, 80.

Todos os donativos arrecadados serão destinados aos grupos de voluntários e às entidades que fazem a distribuição para os mais necessitados, como a Cruz Vermelha, o Nova Friburgo Country Clube, o Rotary e o Grupo Sylvana Gym, entre outros.

Como o jornal mostrou na semana passada (RELEMBRE NA ÍNTEGRA AQUI), com os termômetros abaixo de 8 graus na primeira onda de frio mais intenso deste inverno, amigos sem qualquer vínculo religioso saem pelas ruas ao cair da noite em busca de pessoas sem teto, distribuindo sopas,  água mineral, roupas e cobertores. Percorrem ruas de Olaria, Bairro Ypu,  Centro e Duas Pedras. Pelo caminho, encontram pessoas, em sua maioria idosos, deitadas em bancos, sob marquises e até pelas calçadas, ao relento. Alguns se escondem em buracos cavados em barrancos. 

Na noite seguinte, durante duas horas, uma jornalista de A VOZ DA SERRA acompanhou o trabalho silencioso de um servidor da Justiça que, praticamente sozinho, distribuiu 35 quentinhas, além de agasalhos e gorros de lã. 

A reportagem constatou ainda que Nova Friburgo não tem mais do que 38 pessoas vivendo nessas condições, como atesta a Secretaria Municipal de Ação Social. Os sem-teto se distribuem em grupos diminutos, de no máximo quatro pessoas. A maioria dorme em dupla ou de forma isolada. Todos têm “endereço” fixo e certo. Alguns se escondem em buracos inimagináveis. Durante o dia, camuflam seus poucos pertences e perambulam pela cidade, invisíveis. 

Mesmo sob um teto, sofrimento igual

A vulnerabilidade social está longe de atingir, no entanto, apenas pessoas sem teto. Muitas amoram dentro de casas, só que em condições subumanas (acima e abaixo). A filial Nova Friburgo da Cruz Vermelha Brasileira, por exemplo, arrecada e distribui alimentos não perecíveis para famílias muitas vezes sem nem um grão para cozinhar, como aconteceu esta semana em Riograndina. Alguns lares chegam a abrigar dez pessoas, entre idosos e crianças.

Na semana passada, voluntários da Cruz Vermelha que faziam a distribuição de cestas básicas e cobertores na antiga linha do trem em Debossan, no distrito de Mury, se depararam com uma situação extrema: numa casa às margens do Rio Santo Antônio,   encontraram  um idoso de 78 anos morando sozinho, sem água nem luz. Nem panelas ele tinha para cozinhar a cesta básica que recebeu. Natalício Alves Cardoso demonstrou interesse em ir para um abrigo.

Cruz Vermelha faz apelo

O presidente da entidade, Luiz Claudio Rosa, faz um apelo para que cada friburguense doe, pelo menos uma vez por mês, pelo menos um quilo de qualquer tipo de alimento. Os donativos podem ser deixados na sede da entidade, na Praça Getúlio Vargas, 92.

CAMPANHAS EM CURSO:

  • Voluntários do grupo "Sopa na Rua": Instagram @sopa_narua

  • Voluntários do “Sopãodemia”: (22) 99930-4154 

  • A Casa do Acolhimento em Mury precisa de roupas de frio para crianças. São bebês de 3 a 6 meses e meninos de 4 a 9 anos: (22) 2523-8960

  • Janayna Saade : seguir perfil no Instagram

  • O Nova Friburgo Country Clube está arrecadando agasalhos até o próximo dia 18. É só deixar na portaria do clube. 

  • O Grupo Sylvana Gym está entregando cobertores  para as crianças e adolescentes da Granja Spinelli (RELEMBRE MATÉRIA)

  • O Lar São Vicente de Paulo está precisando de toucas de frio e toalhas de banho.

  • Espaço Livre: Campanha do Agasalho de 12 a 16 de julho, das 8h às 17h, na própria escola (Dr. Galdino do Valle Filho, 87)

  • Cruz Vermelha: As doações podem ser feitas na sede da Cruz Vermelha, na Praça Getúlio Vargas, 92.

  • Projeto Seja Fé:  Recolhe o material , basta a pessoa ligar que uma equipe vai até a casa, contato 22 999221082.

  • Rotary Caledônia: As doações podem ser deixadas no shopping localizado na Rua Moises Amélio.

  • Diocese de Nova Friburgo - Igreja Católica:  doações podem ser deixadas em qualquer paróquia da diocese de Nova Friburgo.

  • Missão Peixes: Podem entrar em contato pelo telefone 22 99923-2708. A arara fica na Avenida Alberto Braune em frente a Rua Ariosto Bento de Mello, ao lado da agência do Itaú. É só deixar as peças na arara. Deixa quem tem, pega quem precisa.

 

LEIA MAIS

Falta de água quente e refeições regulares compõem a lista de reclamações, segundo idoso de 71 anos

Jornalista integrou ação de grupo de voluntários que também entregou sopa e kits de higiene a 33 sem-teto na última terça

Friburgo é um dos 22 municípios atendidos por força-tarefa que levará 75 toneladas a mais de 17 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social

  • Dupla que vive nos arredores do Detran (Foto: Adriana Oliveira)

    Dupla que vive nos arredores do Detran (Foto: Adriana Oliveira)

  • Grupo que passa as noites no antigo Fórum (Foto: Adriana Oliveira)

    Grupo que passa as noites no antigo Fórum (Foto: Adriana Oliveira)

  • Homem que vive embaixo da ponte em Duas Pedras (Foto: Adriana Oliveira)

    Homem que vive embaixo da ponte em Duas Pedras (Foto: Adriana Oliveira)

  • Homem que dorme junto à Igreja de Nossa Senhora das Graças, em Olaria (Foto: Adriana Oliveira)

    Homem que dorme junto à Igreja de Nossa Senhora das Graças, em Olaria (Foto: Adriana Oliveira)

  • Homem que dorme sob marquise no Bairro Ypu (Foto: Adriana Oliveira)

    Homem que dorme sob marquise no Bairro Ypu (Foto: Adriana Oliveira)

  • Pessoas abrigadas no Ponto de Apoio da prefeitura, em Duas Pedras (Foto: Adriana Oliveira)

    Pessoas abrigadas no Ponto de Apoio da prefeitura, em Duas Pedras (Foto: Adriana Oliveira)

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra