Testes particulares de Covid em Friburgo custam R$ 300. Saiba onde fazer

Parte dos laboratórios, no entanto, suspendeu temporariamente as coletas devido à grande demanda. Previsão de retorno é próxima semana
quinta-feira, 30 de abril de 2020
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Testes particulares de Covid em Friburgo custam R$ 300. Saiba onde fazer

É recomendação dos hospitais realizar testes de coronavírus somente nos casos em que os pacientes apresentem os sintomas mais graves da doença, como dificuldade para respirar. O teste, quando realizado em unidades públicas ou particulares, neste caso é gratuito e o laudo pode demorar até 15 dias para ser liberado devido à grande demanda que o Lacen, laboratório de referência do Estado do Rio, para onde são enviadas as amostras, recebe diariamente de vários municípios fluminenses.

Mas para quem tem a suspeita, apresenta sintomas mais leves e quer obter uma resposta mais rápida, resta optar por fazer os exames em laboratórios particulares. Esses exames, no entanto, têm um custo alto, que pode chegar a R$ 300 por teste.

A VOZ DA SERRA entrou em contato com sete laboratórios particulares do município. Dos sete, quatro laboratórios que realizam esses testes suspenderam temporariamente o serviço de coletas. Os laboratórios para onde são levadas as amostras para análises têm recomendado a paralisação das coletas devido a uma sobrecarga.

A seguir, o que os laboratórios consultados pela reportagem responderam a respeito da realização dos testes de coronavírus:

Rodolpho Albino: O laboratório realiza testes de Covid-19, mas no momento suspendeu a coleta de amostras. A previsão é que o serviço retorne a partir de 5 de maio. A recomendação é para que os pacientes que apresentem sintomas do coronavírus, após sete dias (a contar do primeiro dia em que os sintomas apareceram), realizem os testes.  Quem quiser deixar o contato, assim que o serviço retornar, o laboratório fará o agendamento. Os testes podem ser feitos tanto em casa quanto no local. Custo: R$ 300. Endereço: Rua Presidente Vargas, 5 – Olaria. Telefone: (22) 2523-7400.

Sérgio Kassuga: O laboratório informou que tem realizado os testes para coronavírus em qualquer pessoa que requisite os serviços. No entanto, suspendeu temporariamente o serviço. A recomendação é que somente pessoas que tenham manifestado algum tipo de sintoma realizem o exame. Custo: R$ 300. Endereço: Rua General Osório, 78 – Centro. Telefone: (22) 2522-0945.

Intermed: O laboratório informou que tem realizado os testes de coronavírus. Para requisitar o exame, a pessoa precisa ligar para o local, preencher um cadastro com seus dados para fazer o agendamento. As amostras são colhidas em um local afastado e adequado dentro do laboratório. No entanto, o local também suspendeu temporariamente o serviço de coleta, e pede para que as pessoas entrem em contato a partir da próxima segunda-feira, 4. O resultado chega em até 72 horas. Custo: R$ 300. Endereço: Rua Monte Líbano, 55 – Centro. Telefone: (22) 2522-3791.

Rhony Barros: O laboratório informou que vai começar a realizar os testes particulares, mas ainda não tem uma previsão. Haverá uma reunião com a equipe de funcionários para formalizar os protocolos de atendimento. O laboratório também informou que ainda não definiu o valor de cada teste. As pessoas que quiserem fazer o exame podem ligar a partir da próxima segunda-feira, 4 de maio, para obter informações. Endereço: Rua Ernesto Brasilio, 34 – Centro. Telefone: (22) 2522-0408.

Frilab: O laboratório realiza os exames, mas no momento suspendeu a coleta para não sobrecarregar o local onde são feitas as análises. Há previsão de que o laboratório volte a coletar as amostras a partir do próximo dia 5. Telefone: 2523-2223.  Endereço: Rua Monsenhor Antônio Miranda, 8 - Centro ou 2523-7464 e Praça 1º de Maio, 8 - Olaria.

De Vita e Biogram: Não realizam exames de Covid-19.

 

LEIA MAIS

Ao todo, 38,6% dos leitos de enfermaria no município estão ocupados (29 de 75), enquanto os leitos de UTI registram ocupação média de 54,8% (17 do total de 31)

Iniciativa cria centro de pesquisas voltado à indústria têxtil de Friburgo e prevê aprimoramento de respiradores

Comércio de rua pode abrir também neste sábado; bares e restaurantes podem lotar até 70% da capacidade e fechar às 22h

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra