Salinas leva Friburgo a ser a 4ª cidade mais fria do país nesta terça

Com grande amplitude térmica, no decorrer do dia o sol esquenta e friburguenses sentem até calor
quarta-feira, 29 de junho de 2022
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Os Três Picos de Salinas (Foto: Johnny Knupp)
Os Três Picos de Salinas (Foto: Johnny Knupp)

Com 4,1 graus registrados na estação de Salinas, Nova Friburgo foi a quarta cidade mais fria de todo o Brasil nesta terça-feira, 28, segundo  o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A estação desbancou cidades gaúchas e só perdeu para Caldas e Caparaó, em Minas  Gerais, que tiveram temperaturas semelhantes, e para o pico das Agulhas Negras, em Itatiaia, no Sul Fluminense, que registrou 2,7 graus negativos.

Friburgo ficou mais fria do que cidades conhecidas pelas baixas temperaturas, como Campos do Jordão (SP) e São Joaquim (SC). Nesta quarta, 29, a mínima em Salinas foi de 5 graus, às 8h da manhã.

O destaque é a grande  amplitude térmica: no decorrer do dia o sol esquenta e os friburguenses sentem até calor. 

Segundo o Climatempo, uma frente fria se formou entre o Brasil, o Uruguai e a Argentina, associada a um ciclone extratropical no mar. Esta frente fria se desloca rapidamente nesta quarta, chegando ao Rio já enfraquecida, com pouca chuva.  Já o ciclone extratropical se afasta do litoral gaúcho, indo para alto-mar. Mas a grande massa de ar seco que predomina sobre o Brasil dificulta a formação de nebulosidade sobre a maior parte do país. Por isso os dias estão abertos e frios em Friburgo.

Neste inverno, crises respiratórias são muito comuns. As  autoridades de saúde do município já alertaram que o atual cenário epidemiológico na cidade está relacionado ao clima frio, quando a disseminação de síndromes gripais se torna maior.

 

LEIA MAIS

Defesa Civil registrou 16 ocorrências como quedas de árvores e destelhamentos, sobretudo em Olaria, Cônego e Cascatinha

Ainda deve chover e ventar em Friburgo na noite desta quarta, mas sol pode voltar já nesta quinta

Cada cor respeita uma ordem de floração, que pode ocorrer de forma alterada a cada ano, dependendo do clima

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Clima