Rua Raul Veiga é liberada, mas trabalho não foi concluído

De acordo com a Prefeitura, chuvas constantes inviabilizam a execução das obras
quinta-feira, 05 de março de 2020
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Fotos: Henrique Pinheiro
Fotos: Henrique Pinheiro

Há mais de 70 dias a Rua Raul Veiga, no bairro Olaria, enfrentou um grande problema. Uma cratera surgiu após um temporal no dia 22 de dezembro. O buraco ficou aberto por cerca de dois meses e a demora para restabelecer o tráfego e a reabertura da rua irritou moradores e comerciantes, principalmente lojistas do polo de moda íntima. Atualmente, a rua já foi desinterditada, mas o serviço não foi finalizado.

 A VOZ DA SERRA voltou ontem, 4, ao local para conferir de perto a situação. Segundo constatação de nossa equipe, a cratera já foi fechada por funcionários da prefeitura, mas ainda falta a conclusão das obras que dependem do fim do período de chuvas, ou seja, sem prazo definido.

Embora a vida na região esteja voltando aos poucos ao normal e as lojas prejudicadas pela queda no movimento tentam recuperar o tempo perdido, a preocupação, no entanto, é que o problema volte a acontecer. Por conta da chuvas, a terra e o pó de pedra colocados para cobrir o buraco acabam indo parar nos bueiros sempre que os carros passam. A pista também está com muitas ondulações, e os moradores e comerciantes do local esperam que a situação seja finalizada o mais rápido possível.

O que diz a prefeitura

Em nota, a Prefeitura de Nova Friburgo informou que a restauração da rede de águas pluviais na Rua Raul Veiga já foi finalizada. Para a conclusão do trabalho, com o recapeamento asfáltico, é necessária a estiagem da chuva, já que a mesma  inviabiliza a execução do serviço.

 

LEIA MAIS

Na Rua Maria José de Andrade Vieira, outro afundamento permanece praticamente inalterado

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra