Leitos de CTI/Covid ocupados: bandeira passa de amarela a laranja em Friburgo

Cidade registra mais 2 óbitos, total de casos chega a 557, mas há, por outro lado, 1.010 já descartados
quinta-feira, 02 de julho de 2020
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
A taxa de ocupação desta quinta indica bandeira laranja (Divulgação)
A taxa de ocupação desta quinta indica bandeira laranja (Divulgação)

A atualização dos dados oficiais de coronavírus em Nova Friburgo traz novidades importantes às vésperas do início da flexibilização das restrições no comércio por conta da pandemia. Segundo o boletim divulgado pela prefeitura na noite desta quinta-feira, 2, em 24 horas a taxa de ocupação de leitos de Covid em UTIs públicas e privadas subiu de 58%  para 61,3%. Na prática, isto significa que a cidade passou de bandeira amarela para laranja, o que restringe um pouco mais as regras para segmentos como bares e restaurantes abrirem as portas, em horário reduzido, já nesta sexta-feira, 3, de acordo com os decretos 625/2020 (leia a íntegra aqui) e 626/2020 (leia a íntegra aqui).

Na bandeira laranja, esse tipo de estabelecimentos comerciais só pode abrir com 50% da lotação total, além de distanciamento mínimo de  1,5 metro entre as mesas e medidas sanitárias.

Entenda aqui o sistema das bandeiras

De acordo com o boletim, subiu de 37 para 39 o número de óbitos causados por Covid. O total de casos confirmados da doença chega agora a 557, mas há, por outro lado, 1.010 casos descartados. Existem ainda 57 casos suspeitos, sendo 41 pessoas em isolamento domiciliar e 11 hospitalizadas. Há também cinco óbitos sendo investigados.

A distribuição dos leitos está assim:

 

LEIA MAIS

Corte do auxílio transporte comprometeu a renda do funcionalismo que ganha baixos salários

Para o governador Witzel, pandemia agravou a atual situação econômica do Rio

Investimento de R$ 4 milhões foi feito com recursos próprios da prefeitura

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra