Inep divulga os colégios mais pontuados do Enem em Friburgo

Ranking das 10 escolas mais bem classificadas na cidade inclui oito particulares e só duas públicas
terça-feira, 30 de junho de 2020
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
O Colégio São João Batista ficou em primeiro lugar em Nova Friburgo (Reprodução da web)
O Colégio São João Batista ficou em primeiro lugar em Nova Friburgo (Reprodução da web)

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou na última sexta-feira, 26, os microdados e as sinopses estatísticas das aplicações de 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A divulgação atende às diretrizes da política de dados abertos e à demanda por informações específicas sobre os exames. Em outras palavras, o ranking traz o detalhamento dos resultados obtidos pelas escolas de todo o Brasil nas provas realizadas no ano passado, incluindo a redação.  

O resultado dos microdados do Enem 2019 serviu para evidenciar a disparidade de ensino entre as redes pública e privada de ensino, com larga vantagem para as escolas particulares, que mais uma vez apareceram entre as melhores em âmbitos nacional, estadual e municipal.

De acordo com os dados, chama a atenção que as duas escolas mais bem ranqueadas do país no Enem 2019 são de Fortaleza-CE, portanto, fora da Região Sudeste, a mais desenvolvida do Brasil. Os números deixam claro também que o melhor ensino não está necessariamente nas grandes cidades ou na zona urbana. No Estado do Rio de Janeiro, por exemplo, a escola que aparece melhor no ranking é o Colégio e Curso Pensi, da capital, 13ª colocada no Brasil.

Já em Nova Friburgo, quem obteve as melhores notas no Enem 2019 foi o Colégio São João Batista, na Vila Nova (38º no Brasil e 5º no Estado). Ao todo, 24 alunos fizeram a prova e atingiram a média de 714.54 pontos. Bem mais que o segundo colocado no município, o Colégio Anchieta – 400º colocado no Brasil -, que somou 665.71 pontos através das notas dos 25 alunos que realizaram a prova.

Depois de São João Batista e Anchieta, ambas escolas particulares, seis das outras oito instituições que fecham o Top 10 das escolas friburguenses são da rede privada de ensino; uma é da rede federal e outra da rede estadual. São elas: Colégio Nossa Senhora das Mercês; Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet-RJ - instituição federal); Colégio Nossa Senhora das Dores; Pensi Santa Ignez; Escola Fribourg; CPM; Escola Sesi Nova Friburgo e Colégio Estadual Júlio Salusse (Chácara do Paraíso).

Depois, fechando o Top 20 das escolas de Nova Friburgo mais bem ranqueadas com as notas do Enem 2019, aparecem: Colégio Modelo (particular); Colégio Estadual José Martins da Costa (São Pedro da Serra); Colégio Estadual Augusto Spinelli (Cônego); Colégio Estadual Eduardo Breder (Campo do Coelho); Colégio Estadual Canadá (Olaria); Colégio Estadual João Bazet (Bairro Ypu); Colégio Estadual Dr. Tuffy El Jaick (Duas Pedras); Colégio Estadual Professora Zélia dos Santos Cortes (Vila Amélia); Colégio Estadual Professor Jamil El Jaick (Centro); e Colégio Estadual Galdino do Valle Filho (Paissandu).

Microdados Enem 2019

A sinopse estatística do Enem 2019 apresenta tabelas com informações organizadas sobre número e perfil dos inscritos, inclusive com distinção para egressos, concluintes e cursistas. Também estão disponíveis dados sobre fatores de contexto, apurados pelo questionário respondido no ato da inscrição, além do desempenho em cada área do conhecimento. Os microdados contém o menor nível de desagregação dos dados, com informações gerais sobre a realização das provas, a caracterização do participante, a escola que declarou ter frequentado e as notas das provas objetivas e de redação. Entre os materiais de apoio para acesso dos usuários, há um dicionário que contém algumas variáveis contidas nas bases de dados. O ranking pode ser acessado através deste link.

Enquete vai definir nova data do Enem 2020

Termina nesta terça-feira, 30, o prazo para votação na nova data para a realização das provas adiadas por conta da pandemia do coronavírus. Para a enquete disponível somente aos inscritos pela “Página do Participante” (https://enem.inep.gov.br/participante/#!/), com três opções de datas: Enem impresso: 6 e 13 de dezembro de 2020 / Enem Digital: 10 e 17 de janeiro de 2021 ou  / Enem Digital: 24 e 31 de janeiro de 2021. Há ainda possibilidade da realização das provas impressas nos dias 2 e 9 de maio de 2021 / Enem Digital: 16 e 23 de maio de 2021.

Os inscritos que desejarem contribuir com uma das três sugestões deverão seguir o passo a passo: acessar a Página do Participante; fazer o login (CPF e senha) no portal gov.br; clicar em "Enquete"; escolher a opção com a data desejada; clicar em "enviar" para confirmar. Finalizado o processo, a contribuição será computada.

O Inep alerta que as informações a respeito do Enem 2020 podem ser acompanhadas nos portais do Ministério da Educação (MEC), assim como nas redes sociais oficiais dos dois órgãos do Governo Federal. Dúvidas relativas ao processo de inscrição podem ser sanadas pelo ‘Fale Conosco’, por meio do autoatendimento online ou do 0800-616161 (somente chamadas de telefone fixo).

Enem 2020

A edição 2020 do Enem tem 5,8 milhões de inscritos. Segundo o Inep, o total marca um aumento de 13,5% em relação ao ano passado. O Instituto credita a ampliação dos participantes a fatores como a modalidade digital, extensão do período de pagamento e gratuidade automática. A modalidade sem custo foi utilizada por 83% dos inscritos. Do total, 65,6% terminaram o ensino médio em anos anteriores, mais da metade tem mais de 20 anos de idade e 60% são mulheres. No recorte por cor, 47% são pardos, 34,7% são brancos, 13,3% são pretos e 2,2% são amarelos.

 

LEIA MAIS

Rede particular de ensino deve seguir determinações do município; já a estadual ainda não tem prazo para retorno

Desembargador atendeu a recurso da Alerj que pediu suspensão das decisões tomadas em primeira instância

Há dez anos o projeto Aluno Nota 10 faz a diferença no bairro Rui Sanglard. Para mantê-lo, é preciso doações de material escolar

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Educação