Escolas de samba de Friburgo oferecem suas quadras para vacinação contra a Covid

Detran faz o mesmo, disponibilizando 48 postos em todo o estado. Banda Euterpe também
sábado, 23 de janeiro de 2021
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Escolas de samba de Friburgo oferecem suas quadras para vacinação contra a Covid

Em reunião realizada na última terça-feira, 19, as oito agremiações carnavalescas de Nova Friburgo decidiram, por unanimidade, ceder o espaço de suas quadras para o poder púbico usá-las, se necessário, à campanha de vacinação contra a Covid-19.  

Entre as unidades, está a de Nova Friburgo, Petrópolis, Cachoeiras de Macacu, Teresópolis, Cordeiro e Casimiro de Abreu

O Detran-RJ fez o mesmo: ofereceu à Secretaria estadual de Saúde 48 postos em todo o estado para a campanha de vacinação contra a Covid-19. São unidades em todas as regiões do estado, em áreas de grande circulação de pessoas.

Priorização da saúde

Segundo nota assinada por José Carlos Espíndola e Carlos Renato de Andrade, respectivamente presidentes do Conselho Diretor e do Conselho Deliberativo da Liga Independente das Escolas de Samba de Nova Friburgo (Liesbenf), decidiu-se pela priorização da saúde da população.

A nota lembra uma vez que as quadras estão distribuídas por diversos bairros da cidade, principalmente os mais populosos (Olaria e Conselheiro Paulino). "A intenção é dispor de um espaço exclusivo, amplo e bem localizado para a vacinação, deixando os postos de saúde e hospitais livres para o atendimento de rotina".

Na quinta-feira, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, anunciou o cancelamento do carnaval carioca em 2021, inicialmente adiado para julho por causa da pandemia de coronavírus.

”Nunca escondi minha paixão pelo carnaval e a visão clara que tenho da importância econômica dessa manifestação cultural para nossa cidade. No entanto, me parece sem qualquer sentido imaginar, a essa altura, que teremos condições de realizar o carnaval em julho. Essa celebração exige uma grande preparação por parte dos órgãos públicos e das agremiações e instituições ligadas ao samba, algo impossível de se fazer nesse momento. Dessa forma, gostaria de informar que não teremos carnaval no meio do ano em 2021”, tuitou o prefeito portelense em suas redes sociais.

Paes, por sua vez, em tom otimista, disse esperar que, em 2022, o carnaval carioca possa ser realizado: "Certamente em 2022 poderemos, todos devidamente vacinados, celebrar a vida e nossa cultura com toda a intensidade que merecemos.”

Em Nova Friburgo, o segundo maior carnaval do estado em número de agremiações e desfiles, tanto as escolas e os blocos quanto a Liesbenf  estavam aguardando a troca de governo para discutir o assunto. Diante do avanço da Covid, no entanto, oferecer as quadras para a vacinação foi a melhor opção neste cenário. 

Já havia um consenso entre as quatro escolas de samba friburguenses de que não haveria desfiles este ano, até porque todas estão com os barracões parados. Alunos do Samba e Imperatriz de Olaria já consideravam inviável a realização do carnaval em 2021, nem mesmo fora de época. Já a campeã Vilage no Samba e a Unidos da Saudade chegaram a dizer que iriam se preparar para realizar os desfiles depois de fevereiro, caso viesse a ser autorizado. Diante do cenário, no entanto, também recuaram.

Detran disponibiliza 48 postos

Entre as unidades disponibilizadas pelo Detran-RJ  estão as de Nova Friburgo, Petrópolis, Cachoeiras de Macacu, Teresópolis, Cordeiro e Casimiro de Abreu

Em ofício encaminhado à Secretaria estadual de Saúde, o presidente do Detran-RJ, Adolfo Konder, explicou que, com a oferta, o departamento "tem o intuito de contribuir, com os melhores esforços, para a efetivação da política sanitária adotada no âmbito do Estado do Rio de Janeiro, viabilizando sua capilarização, com atendimento de toda a população fluminense".

Ficará a cargo da Saúde estabelecer a estratégia de utilização desses postos.

A Banda Euterpe Friburguense também ofereceu o espaço de sua sede, com o mesmo objetivo de ajudar no enfrentamento à Covid-19.

LEIA MAIS

Noroeste Fluminense evolui para vermelha, assim como Friburgo; Centro-Sul segue em laranja

Por novo decreto, restaurantes fecham mais cedo, às 20h, e bares só poderão funcionar com delivery

Imunização com doses da Oxford/Astrazeneca ocorre em vários pontos de Nova Friburgo

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra