Em dois dias, Friburgo tem mais 14 suspeitas de Covid-19

Dos 46 moradores em investigação, seis estão hospitalizados. No estado, já são 8 óbitos; no Brasil, 57
quarta-feira, 25 de março de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Mulher anda de máscara na Praça Getúlio Vargas no dia em que são anunciados 46 casos suspeitos (Foto: Henrique Pinheiro)
Mulher anda de máscara na Praça Getúlio Vargas no dia em que são anunciados 46 casos suspeitos (Foto: Henrique Pinheiro)

Em dois dias, subiu de 32 para 46 o número de casos suspeitos de coronavírus em Nova Friburgo. Boletim divulgado pela Secretaria municipal de Saúde na tarde desta quarta-feira, 25, mostra que há mais 14 moradores com sintomas da doença. Todos os 46  aguardam - 22 deles já há uma semana - o resultado dos testes para Covid-19, que estão sendo realizados no laboratório da Fiozcruz, no Rio. Na quarta-feira da semana passada a prefeitura informou que os testes sairiam em 48 horas.

A prefeitura não forneceu detalhes sobre os novos casos. Informou apenas que chega a 64 a quantidade de notificações, sendo que 18 foram descartadas até agora.

Dos 46 com suspeitas, seis estão internados e os demais, em isolamento domiciliar.  

Relembre a escalada da ameaça da pandemia no município:

Desde o primeiro boletim, divulgado em 17 de março, os casos suspeitos subiram de 22 naquele dia, para 24 no dia seguinte; para 28 na sexta passada, para 32 nesta segunda, e para 46 nesta quarta, 25.

As internações subiram de uma para 3, depois para quatro e agora são seis.

As notificações pularam de 37 na última sexta para 64 nesta quarta.

Os casos descartados também aumentaram: de nove na sexta, para 17 na segunda e para 18 agora.  

Os números do estado 

A Secretaria estadual de Saúde do Rio  informou que registr, até esta quarta-feira 370 casos confirmados e oito óbitos por coronavírus no estado.

Os casos confirmados estão distribuídos da seguinte maneira:

  • Rio de Janeiro – 331
  • Niterói – 19
  • Volta Redonda – 6
  • Petrópolis – 3
  • São Gonçalo – 3
  • Duque de Caxias – 2
  • Barra Mansa – 1
  • Campos dos Goytacazes – 1
  • Guapimirim – 1
  • Miguel Pereira – 1
  • Resende – 1
  • Valença – 1

As duas novas vítimas são duas mulheres, de 81 e 61 anos. Ambas eram residentes da capital. Todos os três homens e as cinco mulheres vítimas de coronavírus confirmados no estado eram idosos ou apresentavam comorbidades, sendo classificados como grupo de risco para a Covid-19. Os óbitos foram registrados nos seguintes municípios:

  • Rio de Janeiro – 5 (quatro mulheres e um homem)
  • Miguel Pereira – 1 (mulher)
  • Niterói – 1 (homem)
  • Petrópolis – 1 (homem)

Os números do Brasil

O Ministério da Saúde divulgou na tarde desta quarta-feira mais um balanço. Os principais dados são:

  • 57 mortes (eram 46 na véspera)
  • 2.433 casos confirmados
  • 2,4% é a taxa de letalidade

O ministro Luiz Henrique Mandetta avalia que o aumento dos casos está ocorrendo de forma "aproximadamente igual nos últimos dias".  Ele projetou que a taxa de letalidade vai diminuir no Brasil, já que será ampliada nas próximas semanas a aplicação dos testes.

 

LEIA MAIS

Ao todo, 38,6% dos leitos de enfermaria no município estão ocupados (29 de 75), enquanto os leitos de UTI registram ocupação média de 54,8% (17 do total de 31)

Iniciativa cria centro de pesquisas voltado à indústria têxtil de Friburgo e prevê aprimoramento de respiradores

Comércio de rua pode abrir também neste sábado; bares e restaurantes podem lotar até 70% da capacidade e fechar às 22h

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra