Celebrações e eventos marcam o Dia da Suíça em Nova Friburgo

Finalidade é valorizar as tradições da primeira nação a aportar na cidade, há 204 anos, dando início à colonização
terça-feira, 02 de agosto de 2022
por Jornal A Voz da Serra
Grupo de dança na Estação Livre (Divulgação PMNF)
Grupo de dança na Estação Livre (Divulgação PMNF)

Várias atividades realizadas na segunda-feira, 1º, Dia Nacional da Suíça, iniciaram em Nova Friburgo o tradicional Agosto Suíço, que tem a finalidade de valorizar as tradições da nação suíça, a primeira a aportar em Nova Friburgo há 204 anos, dando início à colonização do município. 

As atividades do Dia Nacional da Suíça começaram com as solenidades de hasteamento das bandeiras da Suíça, de Nova Friburgo, do Brasil, do Estado do Rio de Janeiro e das demais nações europeias e a pan-africana, que participaram da colonização e do desenvolvimento do município. As cerimônias aconteceram nas panóplias da Praça das Colônias, no Suspiro, e na Casa Suíça, em Conquista, distrito de Campo do Coelho. Em ambas as ocasiões, além da execução de hinos, houve discursos de enaltecimento ao legado da nação helvética na criação de Nova Friburgo. Houve ainda a solenidade de posse da nova presidente da Colônia Suíça e da Associação Fribourg-Nova Friburgo: Cléria Frotté, que substitutiu Geraldo Thurler.     

Já a noite de segunda-feira foi reservada para as atividades culturais que mostraram ao público friburguense um pouco das tradições e do folclore suíço na Estação Livre, a antiga rodoviária urbana na Praça Getúlio Vargas. A programação contou com dança típica a cargo do Grupo Swissando, apresentações do grupo de ginástica rítmica Silvana Gym, dança do ventre e banda Euterpe Friburguense. Houve ainda o tradicional Cortejo das Lanternas, uma tradição suíça que garantiu um colorido especial às alamedas da Praça Gtúlio Vargas. A festividade foi encerrada com distribuição de chocolate quente na praça. 

LEIA MAIS

Pietro Lazzeri destacou a possibilidade de parcerias que poderão ser desenvolvidas em conjunto

Pietro Lazzeri virá conhecer empresários locais e falar sobre o bicentenário e as relações bilaterais entre os dois países

Alemanha, Áustria, Espanha, Itália, Japão, Líbano, Pan Africana, Portugal e Suíça foram homenageadas com cortejo de bandeiras

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: 200 anos