Blitz do Detran contra motos irregulares autuou 68 veículos

Ação na Avenida Euterpe contou com apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar
quarta-feira, 18 de novembro de 2020
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
A blitz na Av. Euterpe (Foto: Henrique Pinheiro)
A blitz na Av. Euterpe (Foto: Henrique Pinheiro)

Na manhã desta terça-feira, 17, o Detran realizou uma operação de apoio à Prefeitura de Nova Friburgo para coibir, principalmente, o tráfego de motos irregulares. Em cerca de quatro horas, foram abordados 97 veículos, sendo 93 motocicletas e quatro automóveis. Ao todo, 68 autos de infração foram lavrados e houve uma remoção pelo fato do motociclista estar conduzindo o veículo sem possuir carteira de habilitação.  

De acordo com o órgão, com o aumento de motocicletas nas vias por causa da ampliação de serviços de entregas em domicílio, muitos municípios solicitam o apoio do Detran para a realização de operações de fiscalização com o intuito de coibir motos irregulares. No último ano, a frota de motos no estado foi ampliada em mais de 35 mil veículos e também cresceu o incômodo da população com o barulho desse transporte.

 Isso porque alguns motociclistas adulteram o sistema de escapamento, ampliando o ronco dos motores. O departamento não voltou a realizar operações diárias nas ruas, mas a Coordenadoria de Fiscalização passou a apoiar as prefeituras que solicitarem reforços para operações municipais. As infrações mais comuns são alteração no escapamento (a mudança causa barulho excessivo), mal estado de conservação do veículo, motocicleta com licenciamento anual em atraso, conduzir veículo sem CNH,  não portar os documentos obrigatórios e conduzir veículo com o lacre de identificação violado/falsificado.

Segundo os agentes que participaram da operação nesta terça-feira em Friburgo, a operação foi considerada um sucesso. Ainda de acordo com os agentes, somente uma moto foi apreendida por ter sido abandonada pelo condutor. Eles informaram que segundo consta na lei 8.427, ao ser constatada alguma irregularidade o condutor tem um prazo para solucioná-la e apresentar o veículo ao órgão. Caso a infração continue, ele será autuado.

O que diz a Lei 8.427

Constatada a infração de trânsito que não possa ser sanada no local durante a fiscalização do veículo, o agente do Detran, responsável pela operação, deve notificar o condutor através de um recibo. O condutor terá prazo de até sete dias úteis para apresentar o veículo em um posto de vistoria do Detran com as irregularidades sanadas.

Caso o condutor não compareça no prazo estipulado, será processada a infração de trânsito, com averbação no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), da seguinte expressão - 'Proibida circulação’.

 

LEIA MAIS

Em Friburgo serão oferecidos os serviços de habilitação e emissão de identidade

Carreta está estacionada há dois anos na entrada da Rua Mário Bini, no Jardim Ouro Preto

Prejuízo nos cinco primeiros meses deste ano chegou a R$ 153 milhões. Para tentar reduzir esse tipo de crime, entidade aposta no projeto Arco Seguro

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Trânsito