WhatsApp limitará funcionalidades para quem não aceitar novas regras

Envio e leitura de mensagens trocadas com contas comerciais ficarão totalmente restritos por algum tempo, a partir de 15 de maio
quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021
por Jornal A Voz da Serra
WhatsApp limitará funcionalidades para quem não aceitar novas regras

Desta vez não é fake news. O WhatsApp publicou uma página explicando o que irá acontecer com os usuários que não aceitarem sua nova política de privacidade, prevista para entrar em vigor em 15 de maio.

O aplicativo informou que, "por um breve período", será possível receber ligações e notificações, sem detalhar por quanto tempo isso irá valer. Por outro lado, o envio e a leitura de mensagens ficarão totalmente restritos.

A conta não será apagada e as pessoas ainda poderão concordar com os novos termos após a data de vigência, de acordo com uma página de suporte.

A mudança na política de privacidade passou a ser comunicada no início deste ano e prevê o compartilhamento de novos dados com o Facebook, dono do app. Segundo o WhatsApp, as novidades valem somente para conversas com empresas.

A companhia afirma que todas as mensagens – de texto, áudio, vídeo e imagens – são criptografadas de ponta a ponta, o que significa que somente o remetente e destinatário podem ver a mensagem. O aplicativo também ressalta que não mantém registros sobre com quem os usuários estão conversando e que não compartilha listas de contatos com o Facebook, pontos vistos como preocupações de parte dos usuários.

A nova política de privacidade, porém, deixa de garantir a proteção da criptografia em conversas com contas comerciais, usadas por empresas. As conversas com os atendentes, via chat, de uma grande rede varejista que ofereça atendimento pelo WhatsApp, por exemplo, n]ao serão criptografadas de ponta a ponta.

Embora o WhatsApp afirme que as novidades da política de privacidade estão centradas em interações com empresas, o novo texto prevê a coleta de dados que não estavam presentes na versão anterior do documento. Entre eles: carga da bateria, operadora de celular, força do sinal da operadora e identificadores do Facebook, Messenger e Instagram que permitem cruzar dados de um mesmo usuário nas três plataformas.

O aplicativo mostra em sua política quais são os fins da coleta de dados, mas não há um detalhamento individual sobre eles.

(Fonte: G1)

LEIA MAIS

Iniciativa é extensiva a todas as empresas do comércio de bens, serviços e turismo do estado do Rio

Palestras e cursos terão como objetivo preparar empreendedores para os desafios do novo mercado de trabalho

Programa beneficia MEIs, microempresas e empresas de pequeno porte

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: negócios