Uma arte milenar passada de forma lúdica

sábado, 15 de fevereiro de 2020
por Thiago Lima*
Rozane e Lilian (Arquivo pessoal)
Rozane e Lilian (Arquivo pessoal)

O Yoga é conhecido pela capacidade de relaxar, controlar o stress, ajudar no autoconhecimento e promover alongamento. Alinhar a coluna corretamente, fortalecer o corpo, através dos asanas (posições), e respirar melhor com os pranayamas (exercícios respiratórios), ajudam a melhorar a saúde do yogue (praticante), de modo geral. 

Os Yogas Sutras são uma coleção de 196 aforismos indianos sobre a teoria e a prática do yoga. Eles foram compilados antes de 400 EC (Era Comum) por Patanjali, que sintetizou e organizou o conhecimento sobre yoga a partir de tradições mais antigas. Nessa compilação, é definido como “Yogas citta vrtti nirodhah” que pode ser traduzido como “Yoga é o controle das atividades mentais”.

Para as crianças, essa  atividade vai além das posturas e técnicas de respiração. O objetivo é ajudá-las a descobrir novas formas de viver consigo mesmas e com os outros. Com isso, elas são estimuladas a praticar concentração, paciência e tolerância - qualidades tão importantes para a arte de viver, melhorando seu comportamento em casa e na escola, sem forçar o corpo. 

As aulas são dinâmicas e lúdicas, as posturas são executadas com tempo menor de permanência em cada posição e as mesmas são explicadas de forma exemplificada, com os nomes populares dos asanas, que lembram movimentos de animais, como a postura do cachorro (que lembra o próprio animal se espreguiçando); do gato (em quatro apoios, arqueando a coluna); da borboleta (juntando as solas do pés), entre outras. 

Isabela de Paula, 29 anos, mãe do Graciano Cariello, de 7, conta porque matriculou o filho e como foi a reação dele. “O motivo foi a inteligência emocional, para que ele adquirir sabedoria para lidar com as diversidades e problemas que aparecem ao longo da vida. As crianças atualmente são muito ligadas à tecnologia e acabam perdendo essa visão do mundo, elas ficam muito fechadas e presas nessa vida tecnológica. Nós, pais, falamos muito “sim” e o primeiro “não” cria revolta. Então, espero que ele tenha discernimento para lidar com os “nãos” que a vida traz para a gente, que não é nada fácil. A aceitação dele foi muito boa. Ele pratica meditação comigo, treina as posições em casa antes de ir para a aula e quando ele está nervoso e ansioso, ele mesmo já tem o autocontrole de respirar conscientemente e praticar os asanas”, esclareceu Isabela. 

As professoras Lilian Chaves, 59 anos, e Rozane Almeida, 44, relatam em uma entrevista feita para o Caderno Z / A VOZ DA SERRA os benefícios e a belíssima experiência de guiar aulas de yoga para os pequeninos no Samsara Estúdio de Yoga. Confira. 

AVS: Quais os benefícios que o Yoga pode oferecer para as crianças?

Lilian e Rozane: O yoga pode ensinar a criança a fazer posturas de flexibilidade, a respirar e a meditar, ajudando na elasticidade e fortalecimento do corpo, melhorando a postura, fortalecendo a imunidade e combatendo a ansiedade e o déficit de atenção, além de ainda melhorar o processo cognitivo. Um dos principais objetivos de inserir o yoga na vida das crianças é ensiná-las a lidar com suas emoções e a entrar em contato consigo mesmas.

Como a aula é guiada e planejada?

Costumamos primeiro verificar o perfil do grupo, como idade e interesses. Depois verificamos quais os objetivos que queremos alcançar:  concentrar + relaxar? / relaxar? / fortalecimento + equilíbrio? / flexibilidade + respiração?. Selecionamos quais exercícios respiratórios principais serão trabalhados, selecionamos um programa de valores, um programa de contação de histórias que são narradas com linguagem lúdica e arquetípica e um programa de visualização criativa. Verificamos que tipo de atividades registro ou dinâmicas registro teremos, baseadas nos asanas que iremos desenvolver ao longo das aulas. Daí, vamos devagar e, de acordo com a receptividade da turma, brincando e praticando yoga.

Como é a experiência de dar aula para crianças? 

Rozane: É uma experiência enriquecedora, pois me percebo como uma fonte de transformação para ajudar a criança no seu desenvolvimento harmonioso, tornando-a mais feliz. Além de abrir uma janela em meu coração que vem me trazendo mais amor, compaixão e entendimento da vida.

Lilian: Depois de tantas experiências profissionais ao longo de minha vida, dar aulas para crianças tocou minha alma, me permitindo me abrir com mais espontaneidade e carinho para tudo o que me cerca, pois as crianças são amorosas, gentis e muito engraçadas. Faço as aulas como se eu também fosse uma criança. Me divirto!

Qual a importância de praticar Yoga desde cedo?

Começar cedo traz um benefício enorme, pois as crianças ainda são uma página em branco e estão muito mais ligadas ao momento presente do que os adultos, que se encontram em meio às preocupações, lembranças do passado e ansiedades do futuro. Crianças precisam ser crianças e a sociedade moderna vem estimulando-as a pularem fases importantes de suas vidas. Primeiro, ensinamos todos a respirar corretamente, já que os exercícios respiratórios contribuem com a questão da fonética, e uma respiração correta ajuda na questão da fala e da timidez, desenvolvendo as áreas motoras, cognitivas, social e o desenvolvimento da linguagem. O trabalho com as posturas auxiliam no desenvolvimento sensório-motor, onde através de contração e relaxamento muscular, aprendem a conjugar flexibilidade com respiração, além de aprenderem a trabalhar com os pequenos desafios das posturas. E no final, aprendem a se entregar ao relaxamento, o que gera benefícios enormes nos momentos de estresse e agitação. Ou seja, desde cedo podemos ensinar as crianças a se tornarem jovens e adultos mais conscientes e com maior autodomínio.

Como são explicadas as posições?

Fazemos os asanas (posturas) junto com as crianças, que nos copiam (neurônios espelho), e com o tempo vamos apenas falando o nome adaptado das posturas e elas fazem sozinhas. Elas aprendem que yoga não é uma atividade competitiva e sim que cada um faz o seu melhor no seu próprio ritmo. Também utilizamos imitar sons (do vento, de chuva, do “ssss”, assobio etc.) junto com a postura, inspirando pelo nariz e exalando com a boca, para que possamos ouvir a velocidade da exalação delas, ensinando também a expirar mais longo pelo nariz, o que ensina a acalmar. Nós utilizamos também material lúdico, como bolas de isopor, bolas de encher, língua de sogra, cataventos. Incluímos a contação de histórias para construir fantasia na imaginação e trabalhar valores. Colorimos desenhos pertinentes à aula, como atividade de registro. Fazemos sempre um exercício de visualização criativa, que ajuda na meditação e prolonga os momentos de silêncio. Tudo isso junto, constrói de forma lúdica, desde a saudação ao Sol e posturas de desafio, como o Corvo (Bakasana) ou os Guerreiros I, II ou III (Virabhadrasana), até um pequeno Savasana Restaurativo, como final das aulas.

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: