Sábado tem mutirão de doação de sangue

Com a proximidade do carnaval, é necessário ter reservas no estoque
terça-feira, 11 de fevereiro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
(Foto: Henrique Pinheiro)
(Foto: Henrique Pinheiro)

A abertura do Hemocentro Regional Enfermeira Cassia Viviane Kale Martins, durante um sábado do mês tem resultado em reforço nos estoques de sangue, já que o espaço, que funciona anexo ao Hospital Municipal Raul Sertã, pode receber até 40 doadores por dia. Para manter o estoque em nível satisfatório, a unidade estará aberta no próximo sábado, 15, entre 8h e 11h30.

Os mutirões de doação de sangue aos sábados acontecem com intuito de facilitar a colaboração de quem trabalha ou estuda durante o horário de funcionamento, que é de segunda à sexta-feira, também das 8h às 11h30.

Com a proximidade do carnaval, aumentam os índices de acidentes no trânsito e é necessário ter reservas no estoque. Com o sangue doado, é abastecido não só o Hospital Raul Sertã, como também o Hospital Maternidade Mário Dutra de Castro, o setor coronariano do Hospital São Lucas e unidades hospitalares de outros dez municípios, no eixo Cachoeiras de Macacu-Itaocara.

O último mutirão foi realizado no penúltimo sábado de novembro, no ano passado. Na ocasião, mais de 100 voluntários fizeram a boa ação capaz de salvar vidas. Deste número, 86 foram considerados aptos a doar sangue pela equipe de enfermagem. O resultado foi visto como recorde para o coordenador da unidade, Roberto Nidecker. “O nosso objetivo é conseguir o maior número possível de bolsas de sangue, porque a necessidade é permanente e se torna ainda maior com a chegada do Carnaval. Todos os tipos de sangue são muitos bem-vindos”, salientou o prefeito Renato Bravo.

Quem pode doar sangue

Para doar sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos, estar bem de saúde e portar documento de identidade original com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais, e devem apresentar cópia da carteira de identidade. Não é necessário estar em jejum, mas deve-se evitar ingerir alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem o procedimento e não consumir bebidas alcoólicas 12 horas antes. Estar descansado também é recomendado.

Não podem doar as pessoas que tiveram evidências clínicas ou laboratoriais das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas. Mais informações pelo telefone (22) 2524-2300.

 

LEIA MAIS

Ação é promovida pela Atlética da UFF. Donativos serão entregues ao Laje

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra