Roubos e furtos têm acentuada queda em Friburgo

Dados do ISP indicam pequeno aumento nas apreensões de drogas e nos homicídios
quinta-feira, 17 de setembro de 2020
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
O mapa das apreensões de drogas no estado (Fonte: ISP)
O mapa das apreensões de drogas no estado (Fonte: ISP)

A notícia de que dois homens foram presos em flagrante acusados de roubo a transeunte na manhã do último domingo, 13, na Avenida Comte Bittencourt, no Centro, obviamente, causou apreensão entre os friburguenses. No entanto, apesar do aumento populacional, da desigualdade social e do consequente aumento da criminalidade em várias regiões do estado do Rio e do país, Nova Friburgo ainda pode ser considerada uma cidade segura e tranquila para se viver.

Isso é o que sugerem os números divulgados recentemente pelo Instituo de Segurança Pública (ISP) do Estado do Rio de Janeiro. De acordo com os dados atualizados, tudo indica uma atuação mais intensiva da Polícia Militar em Nova Friburgo – através do 11º BPM –, área de cobertura da 151ª DP, onde são registradas as ocorrências do município. Cabe ressaltar que a pandemia mundial do coronavírus pode ter influenciado os números, já que o período pode ter acentuado a subnotificação dos crimes, considerando que de janeiro a agosto de 2020 os registros de ocorrência tiveram uma redução de 38,1% em comparação ao ano passado - caíram de 4.099 em 2019 para 2.536 neste ano, uma queda 1.563 registros.

Independentemente disso, alguns indicadores chamaram a atenção na pesquisa feita por A VOZ DA SERRA com base nos números referentes a julho, agosto e no acumulado entre janeiro e agosto. Podemos destacar as apreensões de drogas, que tiveram ligeiro aumento. Também apresentaram um pequeno aumento os índices de tentativa de homicídio e de homicídios dolosos (os cometidos com a intenção de matar) no município. Por outro lado, os registros de roubos e furtos despencaram no período.  

Considerando a imprevisibilidade do crime de homicídio, o fato de terem aumentado as apreensões de drogas e reduzirem drasticamente os casos de roubos e furtos, indicam que, apesar das dificuldades, a Polícia Militar de Nova Friburgo está tendo êxito no combate à criminalidade no município, como no exemplo citado na abertura desta reportagem, no qual a PM agiu rápido e conseguiu prender os dois acusados de praticarem o roubo a uma pedestre numa das principais avenidas da cidade.

Apreensões de drogas

De acordo com os dados do ISP, em julho foram registradas 57 ocorrências de apreensão de drogas, contra 40 no mesmo mês de 2019. Em agosto esse aumento se repetiu. Foram 40 ocorrências em agosto deste ano, contra 36 no mesmo mês do ano passado. No acumulado entre janeiro a agosto a tendência se repete. Foram 395 ocorrências do tipo no período em 2019, contra 362 no mesmo período de 2020 – um aumento de 8,4%.

Homicídios

As tentativas de homicídio e homicídios dolosos também tiveram ligeiro aumento. Em julho deste ano foram registrados dois casos de tentativa de homicídio, contra apenas um no mesmo mês de 2019. Em agosto foi parecido. Foram seis ocorrências do tipo, contra três no mesmo mês do ano passado. Já no acumulado entre janeiro e agosto, foram 30 casos neste ano, contra 23 em 2019.

Se as tentativas de homicídio tiveram pequeno aumento no período, o mesmo ocorreu com os homicídios dolosos. Foram três em julho deste ano, contra nenhum no mesmo mês de 2019. Já em agosto ocorreram mais dois homicídios em Friburgo, contra apenas um no mesmo mês de 2019. No acumulado de janeiro a agosto, no entanto, houve redução nos números. Foram oito homicídios no período em 2020, contra 12 no ano passado.

Roubos e furtos

Os índices que mais chamaram a atenção nos números divulgados pelo ISP se referem as ocorrências de furtos e roubos em Nova Friburgo, que tiveram drástica redução em 2020 na comparação com o ano passado. Enquanto em julho de 2019 foram registradas 88 ocorrências de furto, no mesmo mês deste ano foram apenas 15 (73 a menos). Em agosto ocorreu o mesmo. Enquanto em 2019, foram 78 casos de furto, em 2020 contabilizaram-se apenas 22 ocorrências (56 a menos). No acumulado entre janeiro e agosto, foram 665 ocorrências de furto no ano passado, contra apenas 224 em 2020, uma redução de 65,8% - ou 431 casos a menos.  

Com relação aos roubos, a tendência se repete. Em julho deste ano foram apenas cinco, contra 21 no mesmo mês do ano passado. Em agosto de 2020 foram novamente cinco ocorrências de roubo, contra 15 no mesmo mês de 2019. No acumulado de janeiro a agosto foram apenas 41 casos em 2020, contra 130 no ano passado, uma redução de 68,4% - ou 89 registros a menos.

 

LEIA MAIS

Delegada Carla Ferrão destaca “trabalho de excelência” na especializada

Embora assunto seja de competência estadual, prefeitos também podem atuar para coibir a escalada de crimes

Objetivo é dar agilidade às tomadas de decisões, com a desburocratização de recursos e investimentos em tecnologia para as polícias Civil e Militar

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Segurança