Praça 1º de Maio e parquinho são exemplos de espaço público bem cuidado

Limpo, organizado, florido e com brinquedos em bom estado, local é bem preservado pelos moradores
sábado, 15 de fevereiro de 2020
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Praça 1º de Maio e parquinho são exemplos de espaço público bem cuidado

 

Em Olaria, o bairro mais populoso de Nova Friburgo, a Praça 1º de maio é um excelente exemplo de como é possível cuidar bem do espaço público. Muito bonita, florida, organizada, com seus monumentos intactos, bancos em perfeito estado, lixeiras espalhadas pelo local e um espaço de lazer muito bem cuidado e protegido.

Se existem problemas no local, eles não estão à vista, mesmo com chuva, como foi o dia em que nossa equipe de reportagem visitou o logradouro. Com um comércio aquecido por perto, ponto de ônibus e grande movimentação de veículos e pedestres, a pracinha de Olaria detém um charme todo especial e resiste às ações do tempo.

Por estar localizada no coração do bairro e por todos os aspectos já citados, surpreende – mas não deveria – que o local seja tão bem preservado, em comparação com outras praças e espaços públicos de Nova Friburgo.

O parquinho é um exemplo de organização e cuidado. Todos os brinquedos estão  funcionando, com grades que protegem a entrada de animais, areia limpa e bancos e lixeiras espalhadas por todo local. As lixeiras são um caso a parte, como mostrou A VOZ DA SERRA esta semana. 

O comerciante Arivelto Martins solicitou a cerca de 20 comerciantes do bairro a doação de uma quantia em dinheiro e encomendou 100 lixeiras que foram espalhadas pela área central de Olaria. A iniciativa já começa a mudar hábitos da população, já que desde que os equipamentos foram instalados, todos com selos personalizados com a inscrição “Olaria Limpa”, a quantidade de lixo descartado no chão diminuiu. A ideia deu certo e, assim como as calçadas, tanto a praça quanto o parquinho também não tem mais lixo como antes.

“Eu já havia observado que muitos turistas que vem para o bairro Olaria comprar moda íntima e sacoleiros entravam na loja pedindo para jogar seus dejetos aqui dentro. Aí, eu constatei que em Olaria não tínhamos muitas lixeiras. Tive a ideia de iniciar esse movimento, conversei com alguns amigos e comerciantes vizinhos, elaborei um mapa onde poderíamos instalar as lixeiras e demos início a essa ação”, contou Arivelto.

Situação contrária na Praça Getúlio Vargas

O exemplo dado pelos moradores do bairro Olaria deveria ser seguido por todos que passam principalmente pela Praça Getúlio Vargas, no centro de Nova Friburgo. Na edição da última terça-feira, 17, A VOZ DA SERRA relatou o estado precário em que se encontra o espaço, um dos símbolos postais do município e muito frequentado por friburguenses e turistas.

Na reportagem, diversas mães mostraram preocupação com estado do parquinho próximo à Estação Livre, a antiga rodoviária urbana. O brinquedo gira gira está quebrado, no acesso ao escorregador falta parte do piso, o balanço está mal colocado e a areia está sempre suja, sendo alvo de fezes de animais. Um lugar que deveria ser para as crianças brincarem e os pais relaxarem, se tornou fonte de estresse.

Por toda a extensão da principal praça de Nova Friburgo é possível identificar outros problemas ainda maiores como dezenas de lâmpadas ou luminárias quebradas, deixando o local às escuras quando anoitece. Nos postes de ferro há muitos fios expostos, o que pode resultar em um choque principalmente em crianças e muitos assentos de bancos quebrados ou soltos. A prefeitura prometeu fazer reparos na praça. 

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: