Posto do Suspiro: pacientes relatam dificuldade para marcação de consultas

Segundo usuários, faltam especialistas e agendamento para clínico geral está suspensa
sexta-feira, 01 de dezembro de 2023
por Jornal A Voz da Serra
(Foto: Arquivo AVS/Henrique Pinheiro)
(Foto: Arquivo AVS/Henrique Pinheiro)

Usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) denunciaram nesta semana à redação de A VOZ DA SERRA que estão com dificuldades para conseguir marcar consultas médicas no posto de saúde Silvio Henrique Braune, no Suspiro, que é o maior da rede municipal. Segundo eles, faltam médicos especialistas, como urologista e reumatologista. E o pior, a marcação de consultas para clínica geral não estava sendo feita, pelo menos, até a última quarta-feira, 29. Segundo os pacientes, a informação recebida no guichê de atendimento do posto, era que a agenda dos clínicos gerais estava lotada e não havia data para a retomada das marcações. 

“Meu marido foi detectado com um problema renal sério e o médico que o atendeu no Raul Sertã me orientou a procurar um urologista com urgência. Levei ele, então, a um clínico geral no posto do Suspiro que deu o encaminhamento com a ressalva de urgência para marcação de uma consulta com um urologista. Isso foi há seis meses. Até hoje não consigo marcar. Sempre a resposta é a mesma: Ainda não foi liberada a vaga para o urologista dr. Noé”, reclama a mulher.    

Procuramos então a prefeitura para esclarecer as denúncias. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que “os agendamentos para consultas com clínico geral são feitas nas unidades de saúde através do  Sisreg (Sistema de Regulação do SUS) que, por sua vez, abre vagas de 60 em 60 dias. Tendo vaga aberta no sistema, o usuário já sai da unidade de saúde com a consulta agendada. Quanto à marcação de consulta com urologista, o médico da rede (do Ministério da Saúde) estava, até setembro, de licença prêmio, porém, de todo modo, o especialista é agendado pelos médicos da Central de Regulação de acordo com a classificação do médico que o encaminhou (geralmente um clínico geral). Na unidade de saúde são agendadas de forma direta apenas consultas de retorno. De qualquer forma, também há vagas no sistema. Por fim, em relação à reumatologia, o médico da rede pediu demissão do cargo e agora a prefeitura aguarda a conclusão do concurso público para preencher a vaga, de forma efetiva.”

A nota esclareceu ainda que, com o concurso público serão supridas carências de pessoal em diversos setores. Só para médico clínico geral 24 horas são oito vagas + cadastro de reserva;  urologista 20 horas (três vagas + cadastro de reserva) e reumatologista 20 horas (duas vagas + cadastro de reserva).

Publicidade
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 78 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: