Pico da contaminação da Ômicron no Estado do Rio será na semana que vem

Para especialistas, haverá menos casos graves do que nas outras ondas
quarta-feira, 19 de janeiro de 2022
por Jornal A Voz da Serra
Pico da contaminação da Ômicron no Estado do Rio será na semana que vem

O Estado do Rio deve atingir o pico de transmissão da Covid-19 em uma semana, antes de outros estados do país, avaliaram especialistas ao portal de notícias G1. Isso porque a onda de casos de coronavírus começou na primeira semana do ano na capital, logo depois do réveillon.

Epidemiologistas analisaram as curvas de contaminação em países como a África do Sul e o Reino Unido, onde houve crescimento e queda rápida de casos da variante Ômicron.

"A tendência é que essa onda da Ômicron, por ser uma onda tão explosiva e com um número tão grande de casos,  dure em torno de cinco ou seis semanas. Aqui no Rio de Janeiro a gente espera que realmente já esteja muito próximo desse pico", disse o presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, Alberto Chebabo.

Também já é possível afirmar que haverá menos casos graves do que nas outras ondas. Isso, segundo Chebabo, seria reflexo da vacinação em massa.

"O impacto sobre a rede hospital, principalmente sobre o número de mortes, vai ser bem menor do que nas anteriores, muito por causa da vacinação da população. A gente vê hoje uma internação de pacientes na maior parte das vezes necessitando apenas de poucos dias e internações em enfermarias, poucos casos precisando de terapia intensiva, e quando isso acontece é principalmente daqueles que não se vacinaram ou com uma vacinação incompleta".

O estado já registrou 107 mil casos de Covid este ano, mas o número de contaminados com a variante Ôômicron pode ser bem maior porque muitas pessoas não tiveram acesso aos testes.

A alta de casos se reflete nas internações. Em todo o estado foram mais de 180 solicitações por vagas nos hospitais públicos na última segunda-feira, 17, e mais de cem na terça,18.

Do total de pessoas internadas com Covid, 20% entraram nos hospitais por outro motivo e, dentro das unidades, testaram positivo.

LEIA MAIS

Na sexta-feira tem mais uma repescagem para todas as idades, somente na Uerj

Profissionais celebram seu dia nesta quinta. Projeto beneficia também técnicos e auxiliares, além de parteiras

Também continuam as campanhas contra a gripe e o sarampo

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: saúde