Mais uma semana de isolamento social em Friburgo

No mesmo dia da publicação do decreto que prorrogou quarentena, prefeitura divulgou novo boletim. Já são 89 casos confirmados, um aumento de 15% em apenas três dias
segunda-feira, 11 de maio de 2020
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
(Foto:Henrique Pinheiro)
(Foto:Henrique Pinheiro)

O prefeito Renato Bravo confirmou a expectativa e prorrogou até a próxima segunda-feira, 18, as medidas para prevenção, controle, redução e enfrentamento ao novo coronavírus em Nova Friburgo. Com a decisão, publicada no Diário Oficial eletrônico do município desta segunda-feira, 11, continuam autorizadas a funcionar na cidade apenas as atividades consideradas essenciais, como supermercados e farmácias, sem flexibilizações a outros setores, como o comércio, por exemplo.

Para justificar a prorrogação do período de isolamento social no município, o prefeito Renato Bravo levou em consideração “a alta transmissibilidade viral do novo coronavírus e a necessidade de adequar infraestrutura hospitalar no município, com leitos suficientes e equipados para atender pacientes em estados graves”.

A prefeitura também destaca que em 3 de abril foi registrado o primeiro infectado pelo novo vírus em Nova Friburgo e, no último domingo, 10, já eram 75, demonstrando significativo aumento nos casos e ainda, há oito óbitos confirmados; além da taxa de ocupação dos leitos destinados para tratamento dos infectados pela Covid-19 estar em torno de 80%, o que “demonstra a extrema necessidade de se prorrogar as medidas que visem a estimular o isolamento social”.

Pandemia avança 

No mesmo dia em que anunciou a prorrogação das medidas de isolamento social e restrição de funcionamento de diversos setores, a Prefeitura de Nova Friburgo também divulgou um boletim atualizado sobre o novo coronavírus. Segundo o informe, já são 89 casos confirmados no município (14 a mais que o último registro), um aumento de cerca de 15% num período de apenas três dias. Destes, 31 são profissionais de saúde (sete a mais que o divulgado no último boletim).

Ainda há outros 58 casos suspeitos (no último boletim eram 70) – destes, 39 aguardam o resultado dos exames em casa, 12 estão internados e há ainda sete óbitos suspeitos. Nova Friburgo permanece com oito mortes confirmadas, mesmo número apontado na última atualização, divulgada pela prefeitura na última sexta-feira, 8. Outros 179 casos suspeitos para Covid-19 já foram descartados para a presença do vírus. Há ainda 40 casos já recuperados da doença, seis a mais que o último registro.

Estado prorroga restrições até dia 31

O governador  Wilson Witzel prorrogou até o próximo 31 as medidas de prevenção e enfrentamento à propagação do novo coronavírus em território fluminense. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado do Rio desta segunda-feira, 11, data em que terminaria o prazo do decreto anterior.

“Todos têm que cumprir as medidas que já tinham sido determinadas. Muitos municípios não cumpriram, outros demoraram, na Baixada Fluminense, por exemplo. As pessoas que não estão em serviço essencial devem ficar em casa. O que tem que ser feito agora é fiscalizar, para aumentar a taxa de isolamento. Hoje, ainda estamos em 50%”, disse Witzel.

O governador também formou um grupo para produzir estudos sobre possibilidade de lockdown (bloqueio total) no Estado, com previsão de entrada e saída: "A saúde é mais importante. A economia se recupera. Se for necessário, vamos aplicar (o lockdown), mas não neste momento, porque as medidas de isolamento já são muito duras e vamos aumentar a fiscalização para cumprimento das medidas de isolamento", disse André Moura, secretário estadual da Casa Civil.

Por ora, o prefeito Renato Bravo já anunciou que não pretende decretar o lockdown em Nova Friburgo, no entanto, tudo depende de como evoluir o combate e a disseminação do novo coronavírus no município nas próximas semanas.

LEIA MAIS

Site com informações sobre coronavírus ajudou no combate às fake news

Mesmo após a ação, cerca de 120 pessoas passaram a noite no local, desrespeitando isolamento

Objetivo de estimular a arte e a cultura durante a quarentena. Veja como participar

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra