Friburgo perde seu Oswandil, um símbolo do Horto Municipal

Por mais de três décadas, ele conhecia a origem e as propriedades de cada espécie que cultivava com o maior carinho
segunda-feira, 16 de março de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Seu Oswandil (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
Seu Oswandil (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

Foi sepultado na tarde de sábado, 14, em Nova Friburgo, o corpo de Oswandil Carlos Quimas, que faleceu um dia antes, aos 93 anos.

Por mais de três décadas, ele trabalhou no Horto Municipal de Nova Friburgo, no Vale dos Pinheiros, onde desenvolveu uma carreira marcada pela dedicação e a facilidade de fazer amizades, chegando ao cargo de coordenadfor de jardinagem. 

Conhecedor de botânica, cabia a ele o cultivo de inúmeras espécies, entre folhagens, flores e árvores. Seu Oswandil impressionava a todos ao fornecer informações sobre a origem e as propriedades de cada espécie que cultivava com carinho no horto municipal. Algumas delas, trazidas ao horto por suas mãos. 

À família enlutada, A VOZ DA SERRA envia os votos de pesar. 

Localizado na Rua Princesa Izabel, no bairro Vale dos Pinheiros, o horto fornece à Prefeitura grande parte das espécies de árvores, plantas e flores para serem utilizadas nos jardins e praças de Nova Friburgo. Próximo ao centro da cidade, o local deveria ser uma boa opção turística, principalmente nesta estação das flores, no entanto, a pequena divulgação e a tímida placa de identificação, que parece estar camuflada pela vegetação e dá um aspecto de abandono ao local, fazem do horto um espaço pouco conhecido.

Em 2011, o local sofreu com a forte tempestade que abalou a região. 

LEIA MAIS

Segundo o irmão dela, o ex-vereador Edil Nunes de Barros, ela foi infectada em Teresópolis, onde internou-se para cirurgia

Cidade já tem 121 infectados, e profissionais da saúde são mais de um terço deles. Óbitos sobem para 12

Funcionário antigo da Fundação Getúlio Vargas era grande entusiasta do extinto Colégio Nova Friburgo

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: obituário