Espante o frio com o calorzinho das lareiras

Inverno na serra pede aquecimento em casa. Confira opções no mercado
sexta-feira, 30 de julho de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Espante o frio com o calorzinho das lareiras

O frio em Nova Friburgo costuma ser bem rigoroso. Este ano então, nem se fala. Para espantar o frio, nada melhor do que as lareiras que deixam o ambiente bem aconchegante. Junto a lareira, podemos preparar um chocolate quente, saborear um fondue, assistir filmes enrolados no cobertor ou até queimar uns marshmallows na lareira! 

Muitas pessoas pensam que esses equipamentos são caros, porém, é possível ter uma lareira em casa sem estourar o orçamento. Tudo é uma questão de planejamento. As tradicionais lareiras, de alvenaria, são as que demandam maior atenção, pois devem ser pensadas antes da construção ou reforma e exigem um projeto específico. Podem ser instaladas em casas ou apartamentos, neste caso, desde que seja em uma cobertura, onde se possa construir um duto para o escoamento dos resíduos.

Para quem não pretende se arriscar em grandes manobras, o mercado já disponibiliza lareiras que podem ser implementadas em ambientes já construídos. A arquiteta Isabella Marques sugere as suspensas, que são fixadas em vãos abertos no teto. Se instaladas próximas a uma tubulação, algumas podem usar gás natural como combustível, eliminando fumaça.

Lenhas de reflorestamento

Em Friburgo, a empresa Lenhador, de Ricardo Piragibe, trabalha exclusivamente com eucaliptos de reflorestamento, utilizando em seu processo de plantio, corte e secagem da madeira, estufas tecnicamente preparadas, alcançando melhor combustão. Segundo Ricardo, as lenhas são aprovadas pelos órgãos ambientais (Inea e Ibama), contribuindo para a preservação da mata atlântica. Mais informações: (22) 99966-4552.

Ricardo tem constatado ultimamente aumento na venda de lenhas. “Com a reclusão das pessoas por causa da pandemia, o uso de forno de pizza, fogão a lenha e principalmente lareira, aumentou”, esclarece. 

Lenhas ecológicas

Os briquetes ou lenhas ecológicas com potencial energético superior são uma ótima opção para substituir a lenha tradicional. Elas podem ser produzidas através da casca de arroz, bagaço de cana-de-açúcar, casca de amendoim e pinhão-manso e resíduos de eucalipto e taxi branco, entre outros componentes.  

O poder calorífico dos briquetes é de 1,8 a duas vezes maior do que o da lenha. A composição básica é a mesma da lenha, mas como é mais compactado e mais denso, tem potencial calorífico maior. A lenha ecológica é uma alternativa ambientalmente correta, pois evita a derrubada de diversas árvores e também impede que vários resíduos sejam queimados a céu aberto ou jogados em lixões. 

A derrubada desenfreada da mata nativa brasileira castigou diversas regiões do país, por isso a lenha de mata nativa vem sendo substituída pela lenha de reflorestamento. Os briquetes duram até três vezes mais do que a lenha convencional e são até cinco vezes menores do que a lenha comum, o que facilita o transporte. Uma das vantagens do uso do briquete é a menor emissão de fumaça e podem ser facilmente adquiridos pela internet.

Lareiras ecológicas 

Elas se destacam por sua praticidade, segurança e charme nos ambientes, sendo o maior benefício da lareira ecológica, a sustentabilidade, já que não precisa utilizar madeiras para gerar fogo e por isso libera bem menos gás carbônico na atmosfera. Além disso, ela não cria nenhum tipo de resíduo, sujeira ou fumaça, preservando a limpeza da casa. Elas funcionam com a queima do álcool e possuem opções portáteis que facilitam a pessoa levá-las para diferentes partes da casa, trazendo mais praticidade. O fogo nesses tipos de lareira fica aceso enquanto houver álcool no queimador, podendo durar em média de duas a quatro horas.

 

LEIA MAIS

La Niña Modoki deve se configurar em outubro e influenciar também o verão

Primavera começa na quarta que vem com máximas acima de 30 graus, prevê o Climatempo

Combate mobilizou 3 viaturas por mais de 6h e consumiu cerca de 5 mil litros de água em plena estiagem, segundo o 6º GBM

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Clima