Chuva prejudicou o turismo em Friburgo no feriadão

Setor hoteleiro registrou média de 65% de ocupação. Expectativa era de 80%, mas mau tempo desanimou os visitantes
quarta-feira, 13 de outubro de 2021
por Christiane Coelho, especial para A VOZ DA SERRA
Edson Almeida no evento “Rio é de Vocês” (Foto: Nova Friburgo Convention & Visitors Bureau )
Edson Almeida no evento “Rio é de Vocês” (Foto: Nova Friburgo Convention & Visitors Bureau )

Feriados prolongados são sempre cheios de expectativas para o setor do turismo. E, ainda com a pandemia, o turismo de proximidade e com atrações ao ar livre, como as opções oferecidas em Nova Friburgo, têm sido as escolhas de muitas famílias. Por isso, a expectativa do setor, de acordo com o Nova Friburgo Convention & Visitors Bureau, era de 80% da ocupação hoteleira no feriadão de Nossa Senhora da Aparecida. Mas, a chuva atrapalhou os planos dos turistas e, consequentemente, a ocupação foi abaixo da esperada, com uma média de 65% da  permitida pelo decreto municipal. “O frio é sempre um atrativo na nossa região, mas a chuva atrapalha”, disse Edson Almeida, presidente do Convention Bureau e presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Nova Friburgo e do Conselho Municipal de Turismo de Nova Friburgo.

E não foi só o setor de hotelaria prejudicado pela chuva do feriadão. “Com o tempo chuvoso, houve diminuição em todos os setores, impactando na gastronomia, nos pontos turísticos ao ar livre, no comércio. Quando o turismo vai bem, todos os segmentos ganham. É um dinheiro que vem de fora e alimenta toda a cadeia”, ressaltou Edson Almeida.

Setor trabalha para atrair turistas

Nova Friburgo tem a vantagem da proximidade com a capital e região metropolitana, o que possibilita o turismo nos fins de semana. Em novembro os feriados do Dia de Finados, 2, cairá numa terça-feira, e do da Proclamação da República, 15, será numa segunda-feira, o que pode beneficiar o turismo.  “Já estamos fazendo campanhas nas cidades emissoras para que consigamos captar esses turistas. Estamos prospectando em várias cidades da Região Metropolitana do Rio e da capital”, disse Edson Almeida.

Nesta quarta-feira, 13, empresários do setor, junto com representantes do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Nova Friburgo, do Convention Bureau e da Secretaria Municipal de Turismo, participaram de um evento no Rio de Janeiro, o “Rio é de Vocês”, voltado para agentes de viagem e jornalistas do setor, com o intuito de divulgar Nova Friburgo como destino turístico.

Expectativa de ocupação alta 

A expectativa da ocupação dos hotéis era alta para o feriadão de Nossa Senhora Aparecida em todo o estado. De acordo com o Governo do Estado, a rede hoteleira registrou uma média de 78% dos quartos reservados. Isso significa um aumento de 21,53% em relação a 2020, quando o número foi de 64,18%.

Gustavo Tutuca, secretário estadual de Turismo, ressaltou que o estudo fortalece o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Setur-RJ, visando o aumento de fluxo de turistas para o Rio. “A cada pesquisa apresentada fica mais evidente que o Rio de Janeiro está sendo um dos destinos nacionais mais procurados pelos viajantes. Temos municípios batendo percentuais extremamente altos, como a Serra Verde Imperial e a Costa do Sol, que marcaram, 94% e 92%, respectivamente.

De acordo com Secretaria de Turismo do Estado, a capital fluminense registrou 86,70% dos quartos reservados. Em 2020 a taxa média para esse feriado foi de 51,30%, o que configura um aumento de 69% em 2021.

 

 

LEIA MAIS

Foram destinados cerca de R$ 125 milhões para empreendedores e pequenas empresas

Como incentivo à arte, abertura na capital contou com apresentação do cantor Diogo Nogueira

Fornecimento periódico foi suspenso em bairros atendidos pelo sistema Caledônia, como parte de Olaria, Cônego, Bairro da Graça, Cascatinha e outros

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Turismo | Clima | negócios