Campanha de vacinação contra a gripe termina nesta terça

Público-alvo são pessoas com mais de 55, profissionais de saúde, motoristas, professores e outras categorias, crianças e gestantes
sexta-feira, 26 de junho de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Campanha de vacinação contra a gripe termina nesta terça

Termina nesta terça-feira, 30, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe Influenza, promovida desde 11 de março pelo Ministério da Saúde, através das secretarias estaduais e municipais de Saúde. Por enquanto, não há previsão de prorrogação da campanha. A meta do Governo Federal é vacinar pelo menos 90% dos grupos prioritários, porém, tanto a nível nacional quanto local, esse é um objetivo ainda não atingido 

Quem ainda não se vacinou pode receber as doses gratuitamente de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, no posto de saúde Tunney Kassuga, em Olaria, e na Policlínica Sylvio Henrique Braune, no Suspiro. Já a Unidade Básica de Saúde (UBS) José Copertino Nogueira, em São Geraldo, aplica a vacina contra a gripe às terças e quintas-feiras, das 8h às 17h.

A vacina da gripe protege contra os três subtipos do vírus Influenza que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS). A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves e até óbitos em decorrência da doença.

“A vacina contra a Influenza, no entanto, não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para a Covid-19, já que os sintomas são parecidos”, explicou o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros.

O público-alvo da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe é formado por idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, membros das forças de segurança e salvamento, pessoas com doenças crônicas ou condições clínicas especiais, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo, trabalhadores portuários, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, pessoas com deficiência, professores de escolas públicas e privadas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas e pessoas de 55 a 59 anos.

LEIA MAIS

Ação civil pública movida pela Defensoria será julgada a partir das 14h e retomada gradual pode enfim ser autorizada

Tabela mostra 58% de ocupação de leitos de CTI para a doença nos hospitais. Cidade registra mais um óbito

Prefeitura anuncia compra emergencial, sem licitação, para normalização de estoques

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: vacina | saúde