Vereador Pierre integrará equipe de transição de governo

Outros seis integrantes também tiveram seus nomes confirmados, revela Massimo
sábado, 28 de novembro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Os vereadores Johnny Maycon, Zezinho e Pierre na sede da PF com os volumes do relatório da CPI nas mãos (Arquivo AVS)
Os vereadores Johnny Maycon, Zezinho e Pierre na sede da PF com os volumes do relatório da CPI nas mãos (Arquivo AVS)

Um ofício protocolado nesta sexta-feira, 27, pelo prefeito eleito, Johnny Maycon, indicou os sete integrantes de sua comissão de transição administrativa. São eles: o vereador Pierre da Silva Moraes, Hugo Leonardo de Carvalho, Caroline Moura Klein, Marciano da Silva Rego, Yuri Guimarães Felisberto Bezerra, Kelle Barros Carvalho de Freitas e Thiago Parreira Ferreira Coimbra.

A pouco mais de um mês da mudança de governo, e com muitas informações complexas a serem transmitidas, as equipes de transição têm uma tarefa árdua pela frente, oberva a coluna do Massimo.

Em especial a do governo recentemente eleito, que tem muito o que tomar pé, enquanto precisa também compor as próprias equipes e dialogar com vereadores em busca de entendimentos que assegurem o mínimo de governabilidade sem apelar para o velho toma lá, dá cá. Não é tarefa fácil.

CPI da Saúde

Como vereadores, Johnny Maycon e Pierre atuaram intensamente na atual legislatura, juntamente com Zezinho do Caminhão, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apontou superfaturamento de R$ 1,1 milhão em contratos emergenciais firmados pela Prefeitura de Nova Friburgo com a empresa Global Trade para fornecimento de alimentação ao Hospital Municipal Raul Sertã. O relatório da CPI, de 17.600 páginas, divididas em 60 volumes,  resultado de dez meses de investigação,  foi entregue pelos três à Polícia Federal, em Macaé, em julho de 2019.

A PF já tem um inquérito instaurado em agosto de 2018 para apurar supostas irregularidades nos contratos firmados pela prefeitura com a Global sem licitação. A investigação começou a pedido do Ministério Público Federal (MPF). Um mês depois, em setembro, a Câmara de Nova Friburgo, instaurou CPI para também apurar o caso, paralelamente. 

 

LEIA MAIS

Agora, por decisão do Ministério da Saúde, alvos preferenciais no combate à Covid são 77 milhões de pessoas no Brasil inteiro

Apesar do decreto mais restritivo, Faol alega problemas financeiros para operar com frota total no horário de rush

Reivindicações incluem ampliação de leitos, fiscalização de aglomerações e máscaras, barreiras sanitárias e ampliação do horário do comércio

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra