Verba para o Loteamento Tiradentes foi intermediada pelo deputado Luiz Lima

São R$ 416.125,91, em parcela única, liberados pelo governo federal para obras em rua que cedeu após temporal
segunda-feira, 29 de março de 2021
por Jornal A Voz da Serra
A cratera aberta no Loteamento Tiradentes (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
A cratera aberta no Loteamento Tiradentes (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

As obras de contenção na chamada Curva da Morte, na Rua Jerônimo da Costa, no loteamento Tiradentes, no distrito de Amparo, enfim, vão começar. O Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Regional, confirmou a liberação de R$ 416.125,91, em parcela única, para a execução das obras no trecho da rua que cedeu após um temporal em dezembro de 2019. Desde então, moradores da parte mais alta do loteamento, que dependem do transporte coletivo, têm dificuldades para chegar e sair de casa devido a necessidade do percurso ser feito com baldeações em um micro ônibus urbano. 

Conforme A VOZ DA SERRA divulgou em sua edição do último fim de semana, a Prefeitura de Nova Friburgo informou que o Governo Federal liberou o recurso para a realização da obra. A verba em questão é resultado de um apelo do deputado federal Luiz Lima (PSL) que a pedido da Defesa Civil, conseguiu acelerar a liberação do recurso federal. A assessoria do deputado informou que no dia 19 de fevereiro, após receber uma solicitação da Defesa Civil para tentar viabilizar a obra, fez contato com a assessoria parlamentar do órgão, em Brasília, e na edição do Diário Oficial da União do último dia 3 foi publicada a portaria 350, assinada pelo secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, garantindo a transferência de recursos do orçamento geral da União para a execução da obra no distrito de Amparo. A contenção da encostas está prevista no plano de trabalho integrante do processo 59053.003484/2020-28. 

A verba federal será utilizada na construção de um muro do tipo gabião e uma cortina atirantada, com extensão aproximada de 20 metros, para conter a encosta que cedeu com a forte chuva entre os números 6 e 10 da Rua Jerônimo de Castro. 

 

LEIA MAIS

Devido à pandemia, novos protocolos estão sendo utilizados nas blitzes de fiscalização desde o ano passado

Nova estrutura terá capacidade para 53 mil atendimentos ao ano a trabalhadores do transporte e comunidade

Previsão para feriadão de Aparecida ultrapassa o da Independência, quando 120 mil veículos cruzaram principal estrada de acesso a Friburgo

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: obra | Trânsito