Tarifas das linhas intermunicipais mais caras a partir desta terça

Devido à crise econômica, governo do estado determinou utilização de um reajuste menor
sábado, 26 de fevereiro de 2022
por Jornal A Voz da Serra
Ônibus intermunicipal subindo a serra (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
Ônibus intermunicipal subindo a serra (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

O Departamento de Transportes Rodoviários do Rio (Detro-RJ) publicou nesta sexta-feira. 25, uma portaria com as novas tarifas das linhas intermunicipais. Os índices adotam os critérios do Grupo Executivo de Integração da Política de Transportes (Geipot). De acordo com o modelo, as tarifas seriam reajustadas em 18,51%, para Região Metropolitana, 11,13%, para serviços urbanos não metropolitanos, e 7,74%%, para rodoviários não metropolitanos.

No entanto, devido à crise econômica, o governo do estado determinou a utilização de um reajuste de menor proporção, para que haja baixo impacto entre os usuários. Com isso, o índice será de 10% para Região Metropolitana; 6,01% para serviços urbanos não metropolitanos; e 4,18% para rodoviários não metropolitanos. Os novos valores passam a valer já nesta terça-feira, 1º de março.

De acordo com a metodologia do Geipot, são considerados no cálculo os preços dos insumos e os indicadores operacionais (tipo de veículo, região por onde circula, quilometragem, média de passageiros transportados, entre outros). Dessa forma, o Detro-RJ esclarece que o reajuste se fez necessário, uma vez que a última atualização ocorreu há mais de três anos, em fevereiro de 2019. No período, houve sucessivos aumentos dos insumos que incidem sobre a prestação dos serviços de transporte coletivo intermunicipal, entre eles, o preço dos combustíveis.

LEIA MAIS

Segundo Colonese, uma nova audiência na Justiça deve ser realizada ainda este mês. Contrato emergencial vence em agosto

Para município, laudo será avaliado e “em primeira análise, perita partiu de premissas equivocadas”. Faol convoca coletiva

Governo municipal é sentenciado a repassar R$ 95 milhões à empresa, que por sua vez precisa quitar R$ 11 milhões em impostos

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Transporte