Site combate a solidão durante a pandemia ao incluir incluir digitalmente os idosos

Divertidosos foi criado com o propósito de atualizar, informar e divertir a turma dos 60+, 70+, 80+, 90+…
sábado, 03 de outubro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Site combate a solidão durante a pandemia ao incluir incluir digitalmente os idosos

Foi aos 71 anos que a professora aposentada Jurema do Amaral Castro ganhou pela primeira vez brindes em um jogo de bingo. Em uma versão um tanto alternativa do jogo, idosos de diferentes regiões do país estão se reunindo através de uma plataforma de videoconferência na internet para participar do chamado Pandebingo.

A iniciativa faz parte do projeto Divertidosos, site criado em 2013 pelo aposentado Guilherme Gargantini e pela webdesigner Monika Dunko, que tem como proposta incluir digitalmente idosos. 

Foi depois de realizar um curso de informática para terceira idade que Gargantini – na época, com 73 anos –, decidiu que seus amigos também deviam se integrar à tecnologia.

"Hoje a tecnologia permite você conversar com o mundo inteiro, desde que você tenha acesso e conhecimento", conta. Assim surgiu o Divertidosos, um espaço que Guilherme, hoje aos 80 anos, usa para promover eventos e conteúdos voltados para a terceira idade.

"Nosso objetivo maior é a inclusão digital, porque a gente sabe o bem que a tecnologia faz", afirma Monika. Eventos, passeios e encontros passaram a fazer parte do projeto, visando a socialização do grupo.

"Esse ano, nós fizemos um evento em fevereiro e logo depois começou essa tal de pandemia mundial", conta Guilherme. "Nós perdemos o convívio uns com os outros", lamenta. Por conta da quarentena, o idoso passou a ficar todos os dias em casa, sem poder sair para passear com os cachorros ou encontrar os amigos. "Passei a não ter mais essa motivação", desabafa.

Foi então que, em junho, recordando dias de chuva na infância junto com os avós, o aposentado teve uma ideia para reunir os amigos: assim surgiu o Pandebingo – um bingo virtual, com presentes doados por "divertinautas", como são chamados os idosos que integram o portal.

"Essa foi a alternativa que a gente encontrou para pelo menos poder voltar a se reunir e a se integrar, porque todos estavam sentindo a mesma coisa: uma falta tremenda de falar com os amigos", conta Monica.  

Ela avalia que o impacto do isolamento social é claro entre idosos: "O fato de não poder sair pra nada deixou muita gente deprimida”, conta em entrevista ao Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

Guilherme conta que mais de 50 pessoas participam das edições. "Tá sendo um sucesso estrondoso! A gente entrega as prendas e é uma alegria!", conta. Os brindes são entregues na casa dos participantes seguindo todas as recomendações de higiene e segurança, sem que eles precisem sair de casa.

Combate à solidão

"Eu nem gosto de bingo", revelou Jurema. Ainda assim, foi convencida a participar depois que doou alguns de seus trabalhos de artesanato para as prendas da brincadeira. Ela acabou ganhando diversos brindes e participou de todas as edições seguintes.

"É bom porque você acaba vendo uma amiga que não via esse tempo todo. Quando ela ganha, você fica feliz.  A energia é muito boa, é fabulosa", conta. Hoje, Jurema e a tia, de 87 anos, participam de todos os encontros, aos sábados.

"Essa iniciativa é tudo de bom!", comemora. A idosa, que tem cinco netos, mantém contato com as crianças através de chamadas de vídeo. "Eu converso muito com outras pessoas… tenho filhos e netos, mas há pessoas que não têm ninguém, e pra eles o Divertidosos é tudo".

Idosos na pandemia

Em maio, a ONU lançou um relatório com recomendações para proteger idosos durante a pandemia – que são parte dos grupos de risco. Além do impacto imediato na saúde, o secretário-geral António Guterres afirmou que é necessário mais apoio social e esforços mais inteligentes para chegar às pessoas mais velhas usando tecnologia digital.

(Fonte: ONU Brasil)

 

LEIA MAIS

Confira a entrevista com o técnico de informática Andelvan Passos, pai de Haniel e de João, sobre como a paternidade mudou a sua vida

Presença sempre ativa e constante do pai nessa relação pode ajudar as crianças a se sentirem seguras

Entre os que comemoram a data, o presente mais escolhido são as roupas, com 44% das respostas, seguido por perfumes, 41%

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra