Profissionais de saúde de Friburgo chegam a um terço de todos os infectados pelo Covid

Painel oficial da prefeitura revela também que, a cada dez pessoas contaminadas, uma morre: letalidade está em 10%
quinta-feira, 28 de maio de 2020
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
A evolução dos casos em abril, segundo a prefeitura
A evolução dos casos em abril, segundo a prefeitura

A atualização do "Painel Covid-19" de Nova Friburgo pela prefeitura nesta quinta-feira, 28, revela um dado estarrecedor: um terço de todos os infectados pelo coronavírus na cidade são profissionais de saúde (33,17%). Do total de 199 contaminados, 66 trabalhavam diretamente no tratamento dos outros dois terços de infectados e precisaram ficar fora de combate por conta do contágio.

Outro dado perturbador revela que, em Friburgo, a cada dez pessoas infectada pelo vírus, uma morre: a taxa de letalidade está em 10%.

Embora a maior parte das pessoas com a doença tenha 60 anos ou mais (30% do total de infectados), pessoas nas faixas etárias entre 30 e 59 anos também estão sendo bastante contaminadas (em torno de 20% cada faixa). Só os de 20 a 29 anos são mais poupados pelo Covid (8,5%). Jovens de 15 a 19 anos são apenas 0,5% dos que testaram positivo.

Os bairros mais atingidos pelo coronavírus são Cônego, com 21 casos, Centro (20)  e Conselheiro Paulino (17, porém não incluindo localidades como Jardim Califórnia, com 6, e Jardim Ouro Preto, com 5). Braunes, Olaria (excluindo o Alto) e Campo do Coelho (excluindo Salinas) têm 9 casos cada um. Mury tem 4 casos, assim como a Vila Amélia.

 

 

 

LEIA MAIS

Ao todo, 38,6% dos leitos de enfermaria no município estão ocupados (29 de 75), enquanto os leitos de UTI registram ocupação média de 54,8% (17 do total de 31)

Iniciativa cria centro de pesquisas voltado à indústria têxtil de Friburgo e prevê aprimoramento de respiradores

Comércio de rua pode abrir também neste sábado; bares e restaurantes podem lotar até 70% da capacidade e fechar às 22h

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra